Para Inglês (Italiano) Ver(em)!!!

Bela   e competente executiva do setor de varejo faz boa explanação  sobre desempenho do setor e perspectivas.   Lá pelas tantas, solta um terminho em inglês,   cujo o significado sequer  imagino.  Absolutamente grudado ao terminho em inglês solta um Haviam (no sentido de existir) no lugar de havia.

++++++++++++++

Saindo da reunião, no mais badalado shopping de S. Paulo,  uma belíssima Lamborguini Laranja chama a atenção.  Mais atenção, entretanto, me chama o paradoxo.   As medidas do comprimento, largura, e altura são escritas na tabuleta ao lado em milímetros.  É isso mesmo, MILÍMETROS!!!  O peso,entretanto, é informado em Quilos.         Ora, por óbvio, como diz um amigo meu, o mínimo de coerência determina que   o peso fosse  grafado em miligramas.

 Tudo isso é o resultado de um coquetel,  bem chacoalhado mesmo na coqueteleira,  de babaquice com o complexo de vira-lata do qual falava Nélson Rodrigues e que ainda não foi superado no nosso BraZil

3 pensou em “Para Inglês (Italiano) Ver(em)!!!

  1. Paulo Mayr,
    Como você já percebeu em meus comentários aqui no Boca, não gosto de usar palavras em inglês. Prefiro sempre sítio à site, correio eletrônico à e-mail e assim por diante. Isso porque nosso idioma é muito rico e quase não temos necessidade de emprestar muitas palavras de outros idiomas. Mas inevitavelmente vez ou outra, temos de usar uma palavra como “marketing” por não termos outra que não seja essa adotada do inglês.
    Com relação ao “complexo de vira-latas” denominado por Nelson Rodrigues e qual você se referiu, penso que ainda há muitos brasileiros que ainda sofrem desse mal. E também de um mal, talvez maior que é o “complexo de pitbull desdentado” empregado pelos nossos líderes da política externa Amorim, Garcia e Luis Inácio: ameaçam, ameaçam, mas não podem morder!

  2. AMIGO PAULO, SOU FÃ DE SEU TRABALHO E CONFIO MUITO EM SEU MODO CRÍTICO DE VER AS COISAS, QUERIA PEDIR LICENÇA PARA PODER FALAR DE UM OUTRO ASSUNTO COM VOCÊ. SOU PROFESSOR DA REDE PÚBLICA DO ESTADO DE MINAS GERAIS, ESTOU AQUI ATRAVÉS DESTE DEPOIMENTO, PEDINDO A SUA AJUDA PARA QUE CONSIGAMOS QUE A LEI DO PISO SALARIAL NACIONAL DOS PROFESSORES, SAIA DO PAPEL. MUITO ME ADMIRA QUE OS POLÍTICOS DESTE PAÍS PRINCIPALMENTE OS DO PODER EXECUTIVO, ESTADOS E MUNICIPIOS NÃO QUEIRAM CUMPRIR A LEI, QUE JÁ ESTÁ EM VIGOR DESDE 2008 E QUE TEVE SEU PRAZO DE ADAPTAÇÕ4ES POR PARTE DE ESTADOS E MUNICÍPIOS VENCIDO EM 2010. COMO NÓS ENQUANTO CIDADÃOS SOMOS PUNIDOS QUANDO NÃO CUMPRIMOS UMA LEI E ESSES GOVERNANTES NÃO CUMPREM UMA LEI E NADA ACONTECE??? ALGUNS ARGUMENTAM QUE JÁ PAGAM O PISO, MAS É PORQUE ELES INTERPRETAM A LEI COMO LHES CABE E DE MANEIRA A PREJUDICAR UMA CLASSE, QUERIA DIZER QUE SOMOS UMA PEÇA CHAVE NA CONSOLIDAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO DESTE PAÍS E MERECEMOS RESPEITO. POR FAVOR, AJUDE-NOS, DÊ À NOSSA CLASSE UM APOIO QUE MUITO NOS SERÁ VÁLIDO, PORQUE SÓ A MÍDIA PODERÁ FAZER COM QUE O POVO ENTENDA QUE SOFREMOS MUITO E QUE ESTAMOS A MERCÊ DE UMA PORÇÃO DE POLÍTICOS QUE DESCUMPREM LEIS SEM SOFREREM PUNIÇÕES. PEÇO QUE USE SEU PODER DE COMUNICADOR E SUA INFLUÊNCIA POSITIVA, PARA NOS AJUDAR. É SÓ UM PEDIDO DE UM PROFESSOR TRISTE, MAS CHEIO DE ESPERANÇAS QUE AINDA SEREI RECONHECIDO!!! MUITO OBRIGADO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *