Arquivos da categoria: Política/Políticos

Voto Secreto para Presidência da Câmara e do Senado – É uma Piada?

Quando eu, você e todo o povo brasileiro votamos, óbvio, o voto é e sempre deverá ser secreto.

Agora,  eleições no senado, câmara federal, câmaras municipais (tudo em letras minúsculas mesmo), óbvio,  jamais deveriam ser secretas.

Pelo andar da coisa,  as escolhas  dos presidentes da câmara e do senado serão feitas através de voto secreto.

Parece piada.  Aliás, espero que seja piada.  Se for piada, já é muito infame.  Caso venha a acontecer, é o fim da picada.  Como não tenho representante em nenhuma das duas casas,  pouco me importo.  O leitor jamais vai saber se meus candidatos foram derrotados ou se votei nulo.

Eu, sim, tenho direito a voto secreto e não abro mão desse direito.

Parodiando expressão popular:  “E durma-se com um absurdo desses.”!

Quiser ler mais sobre política e políticos aqui no Trombone, clique.   Mas, como advirto sempre, leia aos poucos; muito disso em dose intensiva vai fazer mal à sua saúde!

Será que tem graça?

 

 

Ministra, Conte Até Três…

Sempre disse, quem tem que se manifestar com frequência em microfones está  sujeito a dar muito fora.  Mas a “nossa ministra” Damares Alves, da Mulher, Família e Direitos Humanos,  ao que parece,  fez a gracinha infeliz sem que qualquer pessoa tivesse feito pergunta alguma.   Ela afirmou  que é inaugurada agora uma “nova era” no país, em que “menino veste azul e menina veste rosa”.

“O vídeo foi filmado em um momento particular, longe do público, quando Damares estava cercada de apoiadores. Não está claro se o episódio ocorreu antes ou depois da posse. É possível ver que a roupa da ministra é a mesma que ela usou durante a cerimônia.”

Frase minha boa, a propósito.

Tem gente que precisa contar até três antes de dizer qualquer coisa.  Até TRÊS MILHÕES!   Não é mesmo, Ministra?

Ministra, “conto com a senhora contando até Três Milhões”!

Exerça Seu Direito, Evite Problemas!

Talvez muito poucos tenham se dado conta disso.  Há, literalmente, infinitos direitos que todos queríamos ter.  Menos de meia dúzia de exemplos:  três sábados por semana,  salários semelhantes a de estrelas do futebol, convidar  – e ela aceitar –  de vez em quando a Gisele para sair.

Entretanto, há um direito que todos, absolutamente todos, os brasileiros temos e muito poucos exercem:  manter o voto em sigilo. Consequência,  desentendimentos, discussões e amizades de décadas indo por água abaixo.

Pois eu exerço na plenitude esse meu direito.  Resultado, não tive uma única discussão sequer por conta das eleições.

Agora, fico na torcida para que os eleitos, tendo sido os que receberam meu voto ou não,  sejam  honestos e competentes,  uma vez que esse maravilhoso  povo brasileiro não merece mais sofrer, vítima de tanta incompetência e corrupção!

Músicas Lindas e Oportunas

Lembram-se da belíssima música We Are the World, gravada por  grandes nomes da música internacional?

Pois bem,  brilhantes  artistas brasileiros gravaram vídeo  para o instante que vivemos.  Nome da Música – A Nossa Voz

No seu lugar, eu assistiria a ambos os vídeos.  Você vai ver que a nossa não fica devendo nada para We Are The World.  Lógico, não se trata de competição, mas como por aqui, às vezes, há o Complexo de Vira-Lata (lógico que não entre leitores do Trombone), já vou adiantando.

We Are The World

A Nossa Voz

Stormy Daniels e Monica Lewinsky – Estamos Ferrados!

Duas verdades absolutas, mas que não deixam de ser curiosas.

1) Bill Clinton é infinitamente mais interessante do que Donald Trump.  Aliás,  difícil um homem  ser menos  interessante do que Trump.  Interessante é muito diferente de poderoso.

2) Já Stormy Daniels, atriz de filmes pornográficos, pivô do último escândalo de Trump, dá de 10  em Monica Lewinsky,   que causou o  que causou.

Se o estrago for diretamente proporcional à sensualidade de cada uma, o mundo tá ferrado.

Presidente Temer Está Falando Palavrões!

Você já notou que o Presidente Temer abandonou as mesóclises?*  Pois bem, acabei de ouvir na Globo News que ele, que sempre foi muito comedido em seu vocabulário, passou a fazer uso de palavrões.

Presidente Temer, Presidente Temer, mas que coisa feia!

++++++++++++++++++++++

*Mesóclise – Colocar o pronome do caso oblíquo no meio do verbo, nos futuros do indicativo e  do pretérito – por exemplo,  dar-lhe-ei,  pagar-lhe-ia.

Alckmin, Sapos e Chuchu

Na primeira página da Folha de Hoje, “Alckmin busca aliança que lhe dê o maior tempo da TV”.

Como dizia ex-namorada, deixa eu entender.  O ex-governador une-se a partidos,  não que tenham, necessariamente,  convergências ideológicas, mas visando tempo na TV?

Não sou tão ingênuo e sei que muitos candidatos fazem e/ou farão assim, visando a coisa idêntica.

Frase minha: “A política é a arte de engolir sapos”, com cara de quem está saboreando lagosta.*

Sobre o apelido de Alckmin,  Picolé de Chuchu, referência à falta de carisma do político, eu acho de uma injustiça imensa – injustiça com o Chuchu.

Quiser ler mais sobre esse ininteligível mundo  da política/políticos ( pelo menos para nós, cidadãos comuns), clique aqui.  Mas atenção à advertência: leia em doses homeopáticas, muito disso ao mesmo tempo fará mal à sua saúde.

++++++++++++++++++

*A primeira parte da frase é de  domínio público.