Arquivos da categoria: Política/Políticos

Exerça Seu Direito, Evite Problemas!

Talvez muito poucos tenham se dado conta disso.  Há, literalmente, infinitos direitos que todos queríamos ter.  Menos de meia dúzia de exemplos:  três sábados por semana,  salários semelhantes a de estrelas do futebol, convidar  – e ela aceitar –  de vez em quando a Gisele para sair.

Entretanto, há um direito que todos, absolutamente todos, os brasileiros temos e muito poucos exercem:  manter o voto em sigilo. Consequência,  desentendimentos, discussões e amizades de décadas indo por água abaixo.

Pois eu exerço na plenitude esse meu direito.  Resultado, não tive uma única discussão sequer por conta das eleições.

Agora, fico na torcida para que os eleitos, tendo sido os que receberam meu voto ou não,  sejam  honestos e competentes,  uma vez que esse maravilhoso  povo brasileiro não merece mais sofrer, vítima de tanta incompetência e corrupção!

Músicas Lindas e Oportunas

Lembram-se da belíssima música We Are the World, gravada por  grandes nomes da música internacional?

Pois bem,  brilhantes  artistas brasileiros gravaram vídeo  para o instante que vivemos.  Nome da Música – A Nossa Voz

No seu lugar, eu assistiria a ambos os vídeos.  Você vai ver que a nossa não fica devendo nada para We Are The World.  Lógico, não se trata de competição, mas como por aqui, às vezes, há o Complexo de Vira-Lata (lógico que não entre leitores do Trombone), já vou adiantando.

We Are The World

A Nossa Voz

Stormy Daniels e Monica Lewinsky – Estamos Ferrados!

Duas verdades absolutas, mas que não deixam de ser curiosas.

1) Bill Clinton é infinitamente mais interessante do que Donald Trump.  Aliás,  difícil um homem  ser menos  interessante do que Trump.  Interessante é muito diferente de poderoso.

2) Já Stormy Daniels, atriz de filmes pornográficos, pivô do último escândalo de Trump, dá de 10  em Monica Lewinsky,   que causou o  que causou.

Se o estrago for diretamente proporcional à sensualidade de cada uma, o mundo tá ferrado.

Presidente Temer Está Falando Palavrões!

Você já notou que o Presidente Temer abandonou as mesóclises?*  Pois bem, acabei de ouvir na Globo News que ele, que sempre foi muito comedido em seu vocabulário, passou a fazer uso de palavrões.

Presidente Temer, Presidente Temer, mas que coisa feia!

++++++++++++++++++++++

*Mesóclise – Colocar o pronome do caso oblíquo no meio do verbo, nos futuros do indicativo e  do pretérito – por exemplo,  dar-lhe-ei,  pagar-lhe-ia.

Alckmin, Sapos e Chuchu

Na primeira página da Folha de Hoje, “Alckmin busca aliança que lhe dê o maior tempo da TV”.

Como dizia ex-namorada, deixa eu entender.  O ex-governador une-se a partidos,  não que tenham, necessariamente,  convergências ideológicas, mas visando tempo na TV?

Não sou tão ingênuo e sei que muitos candidatos fazem e/ou farão assim, visando a coisa idêntica.

Frase minha: “A política é a arte de engolir sapos”, com cara de quem está saboreando lagosta.*

Sobre o apelido de Alckmin,  Picolé de Chuchu, referência à falta de carisma do político, eu acho de uma injustiça imensa – injustiça com o Chuchu.

Quiser ler mais sobre esse ininteligível mundo  da política/políticos ( pelo menos para nós, cidadãos comuns), clique aqui.  Mas atenção à advertência: leia em doses homeopáticas, muito disso ao mesmo tempo fará mal à sua saúde.

++++++++++++++++++

*A primeira parte da frase é de  domínio público.

Ministra do Trabalho Condenada Pela Justiça do Trabalho, Era o que Faltava

“A nova ministra do Trabalho, Cristiane Brasil”, filha do já famoso Roberto Jefferson, “foi condenada em 2016 a pagar divida trabalhista de R$ 60,4 mil a um motorista que prestava serviços para ela e para sua família, conforme decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT1) confirmada em segunda instância.”

Frase de domínio público: “No Brasil, a falta de consciência profissional é tão grande que traficante cheira e puta goza.”  Completei com cena que presenciei “e eu vi um bilheteiro raspando uma raspadinha.

“Uma das razões, entre outras, é que a carga horária do funcionário era de cerca de 15hs por dia, de acordo com o juiz Pedro Figueiredo Waib, que condenou em primeira instância.”

Tratava-se de um motorista faz tudo. Aí é a tal história, quem nunca comeu melado…

Alguém precisa de motorista 15 horas por dia?

Bilheteiro raspando raspadinha é problema dele, agora Ministra do Trabalho  condenada pela Justiça do Trabalho já é muito demais da conta.  Dá pra discordar?

O Horário Político é Ótimo!

Como hoje, foi dia, repito o que escrevi há cerca de seis meses.

Eu adoro o Horário Político Gratuito.

Hoje, pude assistir ao Jornal da TV Bandeirantes. Durante o Horário Político, sossegadamente, tomei banho e pude ver o Jornal Nacional desde o início.

Tem ou não tem serventia o Horário Político?

Quiser ler três microcontos sobre políticos, em seguida, dessa observação que sempre faço:

Não tenho saudades da Ditadura, entretanto esses políticos…

Isso posto, lá vão:

O meu, o mais fraquinho – 119 dígitos.

O candidato só teve um voto. Quem não conhecia, não conhecia. Quem o conhecia é que não votou nele de maneira alguma.

Fernando Vasqs:

Título: “Latidos”

“A Velhinha vê novela, o cachorro late no quintal. Intervalo, propaganda política. A velhinha grita:
– Cala a boca, cachorro!”

Para concluir:

André Luis Gabriel – Como já foi dito, vencedor do Primeiro Concurso de microcontos Salão de Humor de Piracicaba, em 2011.
Título: “ In Memoriam”

“O político morreu, virou estátua. Agora são os pombos a prestar-lhe justas homenagens”.