Tempestade, Resfriado, Congestionamento…

Duas frases minhas para o trânsito e tempestade de ontem em S. Paulo; uma delas,  com freqüência, infelizmente,  repetida aqui.

  • Depois da tempestade, vem o Resfriado.
  • No instante final, um anjo deveria vir nos avisar de que seríamos ressarcidos de todo o tempo perdido no trânsito.

Demorei mais de  duas horas para ir de Santa Cecília à avenida Brasil com a 9 de julho.  No meio da Casa Branca, estacionei, peguei meu guarda-chuva e fui à pé.  Não fosse essa caminhada, teria levado mais de quatro horas.

Voltar para casa, próximo ao Centro, por volta das 11 da noite,  consumiu mais de uma hora.

Se minha segunda  frase for atendida, só ontem ganhei mais três horas aqui, antes de ir para o andar de cima.

Consolo: fui poupado do resfriado.

2 pensou em “Tempestade, Resfriado, Congestionamento…

  1. Paulo resfriado mata, “um sujeito espirrou dentro de um guarda roupas”, já imaginou como ele morreu né e porquê.
    ++++
    Júnior, Meu caro:

    Triste espirro.
    Abraços
    Paulo Mayr

  2. O Bairro do Jardins e da região Norte,realmente estavam um caos hoje,devido as chuvas e a falta de manutenção preventiva da Prefeitura de São Paulo,nos nossos logradouros públicos.Paulo Mayr,você deu uma verdadeira aula de como costurar o trânsito caótico desta cidade:Estacionando o carro no meio do caminho e indo a pé,até o destino pretendido.
    ++++++
    Caro Cícero:

    Apesar da chuva forte, foi a melhor solução. Mas, às vezes, nem lugar para estacionar vc encontra.

    Abraços

    Paulo Mayr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *