Millôr Matando a Pau; Agora, lá em Cima!!!

Conscientemente, já prestei algumas homenagens ao Millôr e à sua sabedoria  que  vão   fazer muita falta.  Insconscientemente, a área de trabalho do meu blog,  com muita freqüência e com  justiça, também o homenageia.  Todas as vezes que clico o botão devido para inserir novo texto,  antes de se abrir o espaço para eu escrever, o Blog  vai para  um post antigo  para o qual  dei o título MILLOR MATANDO A PAU, SEMPRE!!!

Talvez seja outro o recado que a área de trabalho queira me dar.  Algo do gênero:  Veja lá o que você vai escrever para não decepcionar o mestre.  Pelo menos, ver o nome do Millôr estampado na tela todas as vezes que vou escrever algo novo me dá responsabilidade e, de certa forma, amparo.  Tem funcionando.

Millôr Matando a Pau, Sempre mostra  aquilo que a todo momento estou a comentar:  não é que os jornalistas/humoristas sejam preguiçosos e se repitam.  A nossa história é que não muda há séculos. Aliás, com muito propriedade, José Simão diz que o Brasil é o País da Piada Pronta.  Um dos textos do Millôr se chama Conversa Antiga.   É de 1950.  O outro, Incredulidade, é de 1954.  E, pelo jeito, em 1950/54, a corrupção já era coisa antiga.   Aliás, no Brasil, acho que desde 1550 já fosse prática antiga.    E se você é dos bobinhos que pensa que corrupção nasceu com o Mensalão, para rimar, vai ter decepção!!!  Aproveito e falo de outros aspectos correlatos da coisa.  Se quiser ler, vale a pena.  Clique aqui

Mas o que eu queria mesmo hoje para homenagear Millôr  é contar historinha que também está nesse post.  Fiz uma frase a partir de frase excelente do Millôr.  Entrei no site dele, redigi  poucas linhas  em que eu dizia ser um frasista e coloquei a frase dele e a que fiz a partir de sua frase.

Adivinha o que aconteceu.   O próprio Millôr respondeu dizendo que havia gostado muito e me mandando um abraço.  Pode ser que algum funcionário do site tenha respondido.   Mas estava assinado simplesmente MILLÔR.  Lá vão frase do Millôr e a Minha, a essa altura, elas já estão de tal forma integradas e nem vale a pena separar.  Se o mestre aprovou, é porque deve ser isso mesmo.

Lá vai:

(…) “um cara muito opinativo raramente tem opinião própria (Millôr)” – e o mais grave: escolhe sempre ser porta-voz do que há de pior.

É impressionante, não é mesmo???

Se o céu era bom, porém, monótono, a partir de agora, torna-se divertido e estimulante.

Fique com Deus, Millôr ;  mas dê sossego para Ele.

+++++++++++++++++++++++

O amigo Vasqs mandou a ilustração abaixo.

Desenho Vasqs

Conheça o site do Vasqs  Ostras ao Vento –

2 pensou em “Millôr Matando a Pau; Agora, lá em Cima!!!

  1. Oi, Paulo. Nem ia fazer comentário nenhum pois a data de ontem e hoje me entristece muito. Mas não vou deixar em branco. O Universo resolveu de uma hora para outra nos levar o que de melhor temos aqui em nosso Brasil Varonil. Primeiro minha mãe há 180 dias, depois o Chico Anísio, agora o Millor. Está caprichando eh! São Pedro.?!
    ++++++++++
    Beth:

    É isso. O time lá de cima vai se fortalecento…
    Beijos
    Paulo Mayr

  2. O grande cartunista e escritor Millôr,tal como o comediante Chico Anysio,vai deixar saudades.Uma grande perda cultural para nossa Pátria.A Elizabeth Simão Galhardo,cita que São Pedro esta caprichando nas escolhas…O céu com certeza vai ganhar duas perólas preciosas…o céu ganha e a terra perde.
    Quero agradecer a Elizabeth ,por ter elogiado uma frase minha, num Post anterior deste blog:Post em que o Paulo Mayr relata os admiradores do Bocanotrombone,que se tornaram seus amigos.
    +++++
    Caro Cícero:

    Grandes perdas mesmo.
    A Elizabeth tem bom gosto.
    Abraços
    Paulo Mayr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *