Engolir Sapo para não Engolir Chumbo

Saldo do último Corinthians e Palmeiras:  um torcedor morto e três internados.

Lição dos mais antigos a respeito de brigas e confusões.  Diziam eles: você pode brigar, sair no tapa,   com caras como você, na faculdade,  na reunião de condomínio, no supermercado.  O pior que  acontece é acabar com um dente quebrado.  Agora,  brigar na zona, não pode.   A chance de você levar uma navalhada, um tiro é muito grande.  Nos dias de hoje, há pelo menos mais duas situações, em que não se briga.  Engole-se sapo, mas não se briga; afinal, engolir chumbo é muito pior: no trânsito e no futebol.

Mil anos atrás, um cara ia saindo da vaga em um local sossegado, aliás, bem perto do Estádio do Pacaembu, não viu meu carro que estava passando e demos uma raspadinha.

Eu falei, que ele  havia saído  sem olhar e a gente bateu.  Ele disse que estava entrando na vaga,  e não saindo.  Insisti que estava saindo, e o cara fala:

– Espera aí, que eu vou te mostrar uma coisa.

E voltou pro carro.

Na mesma hora, muito assustado,  disse:

– Não é caso para isso!  Não é caso  pra isso!

Ele riu, entrou no carro e, em vez de uma arma, trouxe uma nota fiscal, mostrando que ele ia mesmo entregar um embrulho.

Outra vez, sábado,  fim de tarde,  garotão  me dá uma fechada,  me xinga.  E o cara ainda quis discutir.

Falei:

– Com quatro amigos dentro do carro é fácil ficar machão, né???

Os próprios amigos dele disseram:

– Não liga, não, porque ele é meio xarope (trouxa).

E não liguei mesmo: com quatro amigos no carro, é fácil ficar machão.

Resumindo:  não se briga no trânsito, nas poucas zonas sobreviventes e, menos ainda, no futebol!!!

2 pensou em “Engolir Sapo para não Engolir Chumbo

  1. Tem que pegar um cara desse sozinho, sem platéia, porquê palhaço adora platéia, mas quando esta sosinho é uma bichona……
    ++++

    Caro Júnior:

    Essa história do cara com quatro amigos é antiga, mas acho mesmo que o cara era um medrosão e só cresceu por causa dos amigos. Pobre Diabo!!!

    Abraços

    Paulo Mayr

  2. Realamente, os chamados valentões só agem quando estão em turminha.Nas minhas idas e vindas para o meu trabalho, em viagem de onibus coletivo,tenho me confrontado com universitários fazendo bagunça e dando empurrões na gente e em quem se meter na frente deles.Quando eles estão sózinhos a coisa muda,eles não tem coragem de encarrar o próximo…
    ++++
    Caro Cícero:

    De que adianta ser universitário e não ter educação???
    Fazer o que???
    Abraços
    Paulo Mayr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *