Vagões do Metrô – Latas Gigantes de Sardinhas!!!

Ouvinte enviou email  para a  CBN ou  Band News afirmando ser   impossível entrar nos vagões do Metrô da Linha Leste-Oeste ontem durante a tempestade. Imagino!  Normalmente  são oito pessoas por metro quadrado nos vagões na hora do rush.

Sou grande fã  do nosso metrô, e não só da boca pra fora, se tiver metrô onde eu tenha que chegar, não há hipótese de eu ir de carro.

Mesmo fã, ao participar de um concurso de micro-contos de até 140 digitos do Twitter, (salvo engano, havia mais de 5.000 inscritos – classifiquei dois entre os 20 primeiros) tentei fazer a síntese da síntese da coisa:

Em cada metro quadrado dos vagões do metrô de S. Paulo,
Todos os dias,  oito pessoas ensardinham-se em latas gigantes (118dígitos).

Fazer literatura, pseudo-literatura ou micro(e pseudo) literatura é fácil.  Duro é encarar a coisa duas vezes por dia de segunda a sexta!!!

2 pensou em “Vagões do Metrô – Latas Gigantes de Sardinhas!!!

  1. PAULO MAYR!!!

    Eu era apaixonado poir andar de Metrô,mas de uns anos para cá deixei de gostar e prometí ,salvo emergências,nunca mais andar nesta modalidade de traansporte coletivo.Você deixou bem claro que o Metrô hoje em dia é uma verdadeira lata de sardinha gigante e ai de quem se atrever a procurar no Metrô hoje em dia um transporte de qualidade e de conforto.Já foi o termpo que era maravilhoso e confortável andar neste transporte,hoje é um verdadeiro caos e eu não recomendo a ninguém passear nesta lata de sardinha gigante.

  2. Ainda não há linhas de metrô para se deslocar por toda a cidade de SP mas a idéia é estar constantemente construindo mais e mais linhas até que um dia quase todos usarão esse meio de transporte coletivo para ir e vir todos os dias. É muito prático e seguro. Nossa sociedade está orientada para os automóveis que aumentam sem parar tornando o transito caótico.
    +++++++++
    Caro Giordanod:

    Espero que esse dia em que o Metrô atinja toda a cidade chegue logo. Como disse, podendo vou de metrô. Ou seja, qdo isso acontecer não vou mais querer tirar o carro da garagem.

    Abraços
    Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *