Pias Obrigatórias em Restaurantes, Padarias e Butecos Já!!!!

Cinqüenta e seis pessoas  haviam morrido no Brasil até o dia  28 de julho desse ano vitimadas pela Gripe Suína, também responsável pelo adiamento da volta às aulas de milhões de crianças e jovens. 

Há pouco mais de uma semana, publiquei texto aqui sugerindo que a mania nacional de se cumprimentar dando as mãos fosse questionada,/repensada, como dizem os pseudos intelectuais.
http://bocanotrombone.ig.com.br/2009/08/05/gripe-suina-e-uma-nova-sociedade/ 

O momento é oportuno para que autoridades sanitárias Municipais, Estaduais e Federais determinem que todos os estabelecimentos comerciais que vendam alimentos para serem consumidos na hora sejam obrigados a fornecer pia para que o cliente/freguês tenha a possibilidade de lavar as mãos antes de comer.   Não só pia, como também toalheiro de papel e sabonete líquido, que devem ser permanentemente repostos. 

Não venham me dizer que é caro/complicado para não ouvirem o bordão do Boca:  O homem já chegou à Lua (cê viu, fez quarenta nos outro dia???) e nós não conseguimos tomar medida tão útil/oportuna.

Que ninguém alegue, muito menos associações comerciais e de proprietários de restaurante,  que isso obrigaria os comerciantes  a cobrarem  mais R$ 0,50 ou  R$ 1,00 por sanduíche/salgadinho vendido.  Aí tenho que repetir a piadinha sobre o comércio; aliás, muito boa.. Lá vai:

O presidente da Associação Comercial encomendou para um escultor temperamental uma grande obra que representasse o comércio. O artista aceitou desde que ninguém visse o trabalho antes que estivesse concluído.

No dia da inauguração, toda a cidade reunida, prefeito, governador, rádio, tvs… Quando se retira a imensa lona que cobria a escultura, espanto total.

– Oh!!! – exclamou a platéia.

A escultura era uma imensa fila de homens nus, um atrás do outro, o de trás se encaixando no da frente.

O presidente da Associação Comercial foi tomar satisfação com o artista que explicou.

– O senhor não queria um trabalho que retratasse o comércio??? O comércio é isso, um querendo estrepar o outro!!!

O presidente indignado disse que aquilo era um absurdo e garantiu que ele mesmo era sujeito muito honesto.

O artista explicou.

-Exatamente, o senhor, o senhor é o primeiro da Fila.
Sei que o órgão mais sensível de todo mundo, principalmente dos comerciantes,  é o bolso.  Mas seria muito bom  que as tais pias começassem a ser obrigatórias e construídas, em curto espaço de tempo.   

Obedecer à determinação seria uma maneira de  os proprietários de bares, padarias, confeitarias e congêneres ajudarem a mudar a imagem que se tem do comércio e até mesmo demonstrar na prática que  não fariam jus à piada – por enquanto, bastante oportuna!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *