Celulares Anti-búfalos

A Tecnologia na fabricação de celulares não pára e, como todos sabem, esses famigerados aparelhinhos tornaram-se verdadeiros computadores, MP3 e até televisores.

Segundo ouvi no rádio, só a Nokia vende 15 celulares por segundo, todos os segundos.

Pois bem, lanço uma proposta/desafio que Nokia e todos os demais fabricantes deveriam considerar seriamente e se empenhar para por em prática.

Criar aparelhos que amplificassem a voz de maneira absolutamente fantástica. Mas tão fantástica que se o usuário que estiver falando, fosse além de um super-ultra suave sussurrar, aquele que está do outro lado, para não ter os tímpanos danificados, precisaria desligar imediatamente.

Não sou cruel.

Cruel é o búfalo que fica ao meu lado, onde quer que eu esteja, gritando e me obrigando a ouvir coisas que eu não quero e nem tenho a menor obrigação de escutar.

Para terminar, três frases minhas (tenho outras) sobre essa desgraça.

1) O celular é capaz, inclusive, de eliminar a acintosa sutileza de um japonês.

2)O celular implodiu os preceitos mais rudimentares de educação.

3) Todo búfalo tem celular. Na verdade, o celular tornou búfalos seus usuários. Mais ou menos búfalos, porém búfalos.

O ideal mesmo seria um mundo sem celular – óbvio!!! Não é frase – apenas conclusão lógica do texto.

Antes que me perguntem. Eu não tenho celular. Espero jamais ter.

7 pensou em “Celulares Anti-búfalos

  1. Adorei saber q vc NÃO – eu tb não! Qto aos búfalos (genial), e aqueles q “seguram” o trânsito na hora do rush – ou em outra hora qqr – pq estão utilizando os famigerados, não é fôfo?! Vc não fica c/uma vontade irresistível de mandar enfiar … bom, deixa prá lá que este blog é phino, né?!

  2. Nem búfalo nem anta, por favor, que eles NÃO merecem.
    E, pior, agora que celular é som, computador, jogos e outros divertimentos que somos obrigados a aguentar!!!! Não tem limite a ausência de educação.
    Desafio de reciclagem pra Nokia: a empresa se obriga a dar fim nos celulares antigos, fazendo troca com troco, dando descontos, etc. Pra onde vão essa montanha de celulares???
    Abs.

  3. Caro Paulo:
    Tenho acompanhado seus comentários e não poderia deixar de contribuir com uma reflexão sobre o tema: por baixo dos “avanços” da tecnologia esconde-se um importante mecanismo de controle do cidadão, incrementado pelo padrão GPS e, se aplicado desde tenra idade, nossas crianças nunca saberão o que é viver sem estar sob controle, hoje dos pais e amanhã do Estado: “1984” vem aí!!!
    E nós, povo “inocente” (in-nocere/sem-saber) estamos aplaudindo de pé, entusiasmados com as luzinhas piscando…
    O buraco é MUIIIITO mais embaixo!!!

  4. Armando: qdo lí 1984, lá para os idos de 19… deixa prá lá – eu era ainda garota, hum.. hum… – era impensável q tais coisas pudessem acontecer, no entanto, olha aí: celulares, câmeras em bancos, ruas e avenidas, mini-câmeras até, talvez, em vestiários de lojas, GPS´s – até em calcinhas e soutiens, para gáudio de maridos ciumentos, sem falar em super-satélites q podem te localizar até dentro de seu banheiro! Big Brother tornado realidade! What else?!…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *