Postos de Gasolina 2 e a Piada

De 14.08.07

Há mais de vinte anos, segundo histórias da época, muitos assaltos começavam a ser engendrados nos postos de gasolina das estradas. Assaltantes ficavam à espreita. Quando ninguém estava olhando, o elemento, como se diz na crônica policial, enfiava um prego no pneu do carro que estava parado na bomba. O elemento seguia o carro e quando ele estacionava para trocar o pneu era assaltado. Havia uma versão mais sofisticada ainda. No posto, um comparsa enfiava o prego. A precisão era tamanha que 500 metros antes ou 500 metros depois de o carro parar, o assaltante já estava esperando.

Comentei com dr. Breno, meu saudosíssimo psicanalista,a reação dele foi imediata e ele falou como uma criança que acabara de descobrir grande novidade:

– Nunca mais paro em postos de estrada!!!

Não sei se essa modalidade de assalto continua sendo praticada. Espero que ninguém a ressuscite a partir desta leitura.

Na Europa, os golpinhos são suaves e mais charmosos. Em um filme francês, há uma cena curiosa: o motorista pede para abastecer e permanece dentro do carro. O frentista coloca os primeiros litros no tanque e a maior parte em um balde. O motorista vê quanto marcou na bomba, paga e vai embora com uma pequena parte do combustível pelo qual pagou.

Para relaxar, a piada que me foi contada há quinze anos. Hoje existe uma versão na Internet.

Sujeito que estava com Aids levou amostra de urina para um guru que lhe fora recomendado por um amigo. O Guru olhou o vidrinho contra a luz e, categórico, afirmou.

– O senhor está com Aids.

O guru fez um preparado, mandou que o sujeito tomasse e pediu que voltasse depois de dois meses com nova amostra de urina.

O sujeito não tomou o remédio. De manhã, antes de sair de casa, para desmoralizar o guru, mandou que a mulher e a filha também urinassem no mesmo vidrinho. Ao parar no posto de gasolina, pegou a vareta do óleo e enfiou no vidro. Divertindo-se, pensou:

– Agora, eu vou desmascarar de vez esse guru!!

Ao entregar o vidrinho, o guru novamente olha-o contra a luz, chacoalha, examina atento e lhe diz:

– Tenho más notícias. Sua mulher está traindo você com o vizinho, sua filha adolescente está grávida, seu carro vai fundir o motor e você continua com Aids.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *