COMO EMPATAR O JOGO COM UM ÚNICO CHUTE

De 23.07.07

Alba Carvalho, minha amiga, jornalista brilhante, se divertia com cada barbaridade que eu enumerava cometida por Regina, nova parente que haviam acabado de me arrumar.

Contei para Alba que nos primeiros três minutos de conversa com Regina já começaram os incidentes, na verdade desastres de relacionamentos. Quando ela me disse que seu filho havia se formado em prestigiada faculdade, onde estudaram alguns conhecidos meus, mostrando interesse e até para puxar assunto, perguntei em que ano.

Como se eu tivesse feito a maior das agressões, Regina me pediu, em tom muito severo, que nunca mais em minha vida eu lhe fizesse qualquer pergunta que ela pudesse achar que eu estava querendo descobrir sua idade. Complicadíssimo, né???

Alba se divertia, ria muito e disse:

– Um a Zero para a Regina.

Contei o segundo episódio.

Em uma festa, Regina, que estava sentada em uma poltrona a uns três metros da mesa de centro onde se encontravam antepastos, pega uma torradinha e pede que eu encha uma colher com champignon a provençal (preparado em um monte de azeite) e vá com a ínfima colher até a torrada. Argumentei que não podia fazer aquilo porque iria derramar azeite para todo lado. Brava, Regina se levanta, diz que fora insultada e anuncia que vai embora imediatamente. O pior é que não foi!!!

A Alba, rindo mais ainda:

– Dois a zero para a Regina.

E a cada insolência/ranhetice que eu contava, a Alba se divertia e ia anunciando o placar que só fazia aumentar para a “exótica” Regina.

-Bem, Alba, aí eu fiz uma frase em homenagem a ela – eu disse.

– Que frase???, pergunta a Alba:

Mandei a frase:

– “Minha atitude com mulher chata é muito simples: se não é o meu o pau que ela chupa, também não há de ser o meu o saco que ela vai encher.”

Alba rachou de tanto rir e decretou:
– Bem, com essa, você empatou o jogo. Parabéns!!!!

3 pensou em “COMO EMPATAR O JOGO COM UM ÚNICO CHUTE

  1. Imagina o placar nos diálogos do dia a dia entre o Mayr e o Flávio Asprino.Eu tenho quase certeza que daria sempre empate.
    ++++
    Caro Cícero:
    Dá empate nada. Ele ganha sempre. Ele veio ao mundo para polemizar.
    Grande abraços
    Paulo Mayr

  2. O Cicero está enganado.
    Nunca existiram diálogos entre nós, só monólogos…
    A frase que vc disse à sua amiga Alba é politicamente correta?
    Perdi o folego!
    ++++++
    Caro Flávio:

    Entre nós, entre você e alguém, só hay polêmica…, já que és o grande mestre dessa arte.
    A frase que disse expressa bem a minha “sábia” atitude com mulheres desse quilate.
    Abraços
    Paulo Mayr

  3. Se ela tivesse 17 anos vc diria o que disse?
    Abraços

    +++++

    Caro Flávio:

    Diria, lógico que diria. Não preciso aguentar mulher chata!!!
    Abraços
    Paulo Mayr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *