Afinal, é Master Chef ou Master Estupidez?

A maneira pouco delicada, para não dizer estúpida,  dos jurados do Master Chef me faz lembrar história que ouvi mil anos atrás de um amigo.  Ele havia dado carona para uma moça (que não era bonita nem feia,  e isso  também não vem ao caso)  humilde subir a serra.  Ele pergunta se era difícil  conseguir carona.  Ela:

– Não, não é difícil conseguir carona.  Difícil é aguentar o papo chato de quem dá carona.

Pois bem,  para aqueles cozinheiros amadores, absolutamente fabulosos,  produzir pratos incríveis parece ser coisa muito fácil.  Duro mesmo é entender como eles suportam tanta antipatia e estupidez daquele “triozinho”.

Em tempo, antes que alguém diga que o ambiente de cozinhas profissionais é tenso mesmo, queria ver esses caras gritarem na hora do pique com um ajudante de cozinha.  O peão não hesitaria em atirar óleo fervendo na fuça do sujeito (a)!!!

6 pensou em “Afinal, é Master Chef ou Master Estupidez?

  1. Mayr, tudo faz parte do show. O público não quer ver alguém fritar um bife; quer ver, também – e principalmente, alguém ser humilhado. É o lado sombrio da natureza humana: maltratar o seu semelhante. E no master chefe esse propósito vem enfeitado com receitas de saladas e cozidos. A arrogância, a submissão (a pessoa se submete porque quer) e a humilhação (cercada de piadas e risos de mal gosto, serve para “alavancar” o ibope. É uma afronta, porque você sabe muito bem que a cozinha e o ato de cozinhar e comer faz parte importante da convivência social pacífica. O homem mais primitivo começou a convivência social em torno de uma fogueira e um assado. O homem moderno, por meio do seu lado mais vil, destrói essa convivência em torno de um aparelho de televisão mostrando um bando de estúpidos. Um abraço. (Falo muito!!!)

    1. Caro Clerson:

      Começando pelo fim, não, vc não fala muito. Não diria que os caras que participam do master chef querem ser hostilizados ou tratado com aquela grosseria. Sou ingênuo, mas penso que os candidatos querem mesmo é mostrar sua arte, se possível faturar o prêmio. E os caras cozinham muito bem. Clerson, acho que vc vai gostar o que escrevi sobre o livro da Rita Lobo (aliás, eu a conheço e conheço a família dela – gente muito fina, todos). Diria o mesmo a respeito dos candidatos a Master Chef. Se quiser ler, clique aqui
      Abraços
      Paulo Mayr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *