Natal no Dia de Nossa Senhora de Aparecida!!!

Não, não é falta de Assunto.

É que sai ano, entra ano e o absurdo só faz se expandir.

Você acredita que ontem, 12 de outubro,  Dia da Criança e de Nossa Senhora da Aparecida, Padroeira do Brasil, o  Natal já estava implantado no Shopping Higienópolis???

Imensas árvores de Natal e, igualmente, imensos balões com motivos natalinos  já começavam a ocupar o vão central,  de,  mais ou menos, uns  35 metros de altura e 20 de diâmetro.  Digo, começavam  a ocupar porque logo mais  haverá  poluição – visual e sonora –  incomensurável.

Sei que todas as autoridades, principalmente as de âmbito mundial, têm muitos assuntos/problemas com os quais  se preocupar. Entretanto, bem que o carismático e sensível Papa Francisco deveria estipular um data  antes da qual não se pudesse fazer qualquer  alusão ao Natal.

Para mim,  estaria mais do que de bom tamanho que os enfeites/decorações de Natal começassem a ser preparados (as) no começo de dezembro e, quando estivessem concluídos (as), fossem abertos (as) ao  público.

O Papa deveria estabelecer que o Cristão, ou quem quer que fosse,  que desrespeitasse sua determinação estaria cometendo sacrilégio.  E mais, que ele próprio,  usaria  todo seu prestígio para que esses desinfelizes passassem  um bom estágio da eternidade no Purgatório, ou até mesmo no Inferno.

– Papa, por favor, atenda esse cristão bem intencionado , ao mesmo tempo, preste sua homenagem à  Nossa Senhora da Aparecida e poupe que a Padroeira do Brasil sofra concorrência tão desleal.

Por essas e outras, novamente,  piadinha que mostra bem o que é o comércio/comerciante.  Piada   repetida aqui algumas vezes, já que eles merecem.

Lá vai:

O presidente da Associação Comercial encomendou para um escultor temperamental uma grande obra que representasse o comércio. O artista aceitou desde que ninguém visse o trabalho antes que estivesse concluído.

No dia da inauguração, toda a cidade reunida, prefeito, governador, rádio, tvs… Quando se retira a imensa lona que cobria a escultura, espanto total.

– Oh!!! – exclamou a plateia.

A escultura era uma imensa fila de homens nus, um atrás do outro, o de trás se encaixando no da frente.

O presidente da Associação Comercial foi tomar satisfação com o artista que explicou.

– O senhor não queria um trabalho que retratasse o comércio??? O comércio é isso, um querendo estrepar o outro!!! – (o verbo usado não foi esse, foi f…r)

O presidente indignado disse que aquilo era um absurdo e garantiu que ele mesmo era sujeito muito honesto.

O artista explicou.

– Exatamente, o senhor, o senhor é o primeiro da Fila.

A cada dia, mais eles fazem por merecer  essa fama. Tenho sabido de histórias de uma determinada comerciante  que são de arrepiar.   Em diversos países,  essa mulher já estaria na cadeia há muito tempo!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *