Quem Posta o Que Quer, Deveria Ler o que Não Quer

Naquele grupo de talentosos  compositores,  escritores, cantores, todas pessoas normais, nem bonitas nem feias.  Uma mulher, toda metida a sexy,  talvez se destacasse um pouco.  Como diria locutor de futebol da velha guarda  no rádio:   “pouco, muito pouco, pouco mesmo”.

Mas o tempo…,  nem foi  excesso de tempo…   e bota reticências nisso…  A penúltima vez que a vi, fazia uns seis meses.   Recentemente cruzei com ela e mal a reconheci.

Depois disso, ela postou no Facebook algo como “livrai-me dos homens que só  querem me comer”.

Colei  a “prece” dela, mandei para um amigo e disse que deveria ter escrito no facebook, à moda Jânio Quadros:

– Mas ainda os há???

Poupei-lhe da gracinha,  mas bem que ela merecia!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *