Lei Proíbe Receitas de Médicos Indecifráveis

No último Jornal da TV Bandeirantes, das 19:30, matéria informando que existem leis, desde a década de 30 do século passado,   determinando  que Receitas de Médicos precisam ser absolutamente legíveis.

Na matéria, uma discussão entre repórter e um médico que fez receita com garranchos indecifráveis.  Quiser  assistir ao vídeo da matéria, clique aqui.

Para relaxar, piada sobre letra de médico.   Não me lembro bem do enunciado, mas lá vai.

Cientistas se aproximam de seres extra-terrestres.  Assustados, entram na nave e partem.  Mas deixam cair algumas folhas rabiscadas.

Um dos cientistas, leva o material para um amigo e no dia seguinte entrega  tudo traduzido.

Admirados,  os colegas perguntam quem era o técnico calígrafo, como ele foi capaz de decifrar tanto garrancho.  O outro diz:

– Ora, ele é farmacêutico!!!

A piada é engraçada, mas realmente não tem a menor graça aquelas folhinhas com aqueles garranchos que, inclusive, podem induzir a erros seríssimos.

E pensar que existe lei há mais de meio século proibindo a coisa!!!

Eu ficava bravo com a minha professora de Francês que, irônica, dizia:

– No Brasil, umas leis pegam; outras, não.

Como se vê, ela tem razão!!!  A lei existe há quase oitenta anos e as receitas de médicos continuam indecifráveis.

3 pensou em “Lei Proíbe Receitas de Médicos Indecifráveis

  1. Isso tá acabando, Paulinho. Grande parte dos médicos já receitas impressas. E estudantes provavelmente tb já não escrevem mais senão em computadores. A letra manuscrita tá com os dias contados.

    1. Grande abraço, meu caro Sei não se tá acabando. Tenho ido a médicos e as receitas são sempre escritas à mão. Talvez vc goste desse texto que fiz há mil anos, próximo a esse fato “letra manuscrita tá com dias contados”. O objeto do meu texto, para a maioria, está morto e enterrado, mas há exceções. Vou deixar os links Veja que a Fera Respondeu. http://bit.ly/1AkWpvc e http://bit.ly/1C6wBs6.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *