Nas Ruas, o Caos; Na Ciclofaixa – Muita Faixa Para Pouco Ciclo!!!

Às 17,55 de ontem,  saí a pé, da Alameda Barros com a Rosa e Silva, pela calçada ao lado da Ciclo Faixa, recém inaugurada. Até a Ministro Godoi, pela Cândido Espinheira,   cerca de 1000 metros, quinze minutos de caminhada.  Duas bicicletas passaram por mim, duas vinham em sentido contrário e uma criança passeava com bicicletinha de duas rodas grandes e duas rodinhas laterais.

Na Ministro Godoy, com Cândido Espinheira uma pista para estacionar, uma para bicicleta.  Um carro parado, mãe e filha passam e gritam:

– Aí é ciclo-faixa!!!

Cem metros à frente, as conscientes ciclistas não aguentam  a subida e começam a empurrar a bicicleta.  Viram à direita na Turiassú.  Certamente para aproveitar a ladeira, ladeira abaixo.

Cruzamento da Ministro Godoy com a Homem de Mello,  parei na Nova Charmosa, melhor padaria do Mundo.

Saldo: andei cerca de 25 minutos, aproximadamente 1,5 km – 5 bicicletas pela ciclo faixa, sendo 2 conduzidas por crianças.

Para combater a insônia, ao invés de contar carneirinhos, contarei bicicletas:

Enquanto o sono não vem, conto uma bicicleta, espero 4 minutos, conto mais uma;  espero mais quatro minutos, a terceira; Quatro minutos após, ameaça de quebra da montononia; D U A S    B I C I C L E T A S ao mesmo tempo!!!

Na volta,  das 18:50 às 19:10, pelo mesmo itinerário, quatro bicicletas.

Restringir mais ainda o espaço dos carros, em benefício de sete ciclistas, não parece ideia sensata.

Contar carneirinho já era, agora vou contar bicicletas pela ciclovia.  Não há insônia que persista a uma bicicleta a cada quatro minutos…

4 pensou em “Nas Ruas, o Caos; Na Ciclofaixa – Muita Faixa Para Pouco Ciclo!!!

  1. Bom, o paulistano precisa um pouco mais de otimismo. Não é fácil, 200 anos de caos. Tempo ao tempo: hábito, educação, segurança, com jeito vai. E acabar com a maldita politização de tudo ( possível só depois das eleições, ou sei lá, dependendo do resultado, nunca mais).
    +++++++++++++++

    Caro Vasqs:

    Para bairros planos e com pouco movimento funciona super bem. Já para a grande maioria dos lugares…

    Abraços

    Paulo Mayr

  2. Caro,

    Talvez você possa, em vez de contar bicicletas, montar em uma delas e somar-se aos demais ciclistas. O esporte fará seu sono e sua saúde melhorarem, e aí não precisará contar mais nada para dormir.

    Abraços,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *