Todo Mundo é Contra. Eu Sou a Favor

Poeta Daniel Minchoni me define assim:

– Paulinho das Frases, cru, polêmico e indigesto.

Gostei e ainda  acrescentei predicado:  sucinto, cru, polêmico e indigesto.

Assim, lá vou eu, talvez sem síntese, tampouco indigestão,  mas com  polêmica e crueza.

Para contrariar, acho que todo mundo,  sou a favor:

  1. Do Voto Obrigatório
  2. Do Horário Político Gratuito nas TVs e Rádios.
  3. Da Proibição de Showmícios
  4. Da Proibição de cartazes fixados em muros e postes e demais equipamentos urbanos (pontos de ônibus, orelhões)

 

Voto obrigatório:

Ora, se o voto não for obrigatório, a grande maioria não comparece às urnas.  Votam aqueles que têm interesses específicos, muitas vezes, interesses escusos.  Menos gente votando, menos representativos serão os eleitos e mais fácil fica pessoas do mal colocarem lá seus representantes;  logicamente, políticos do mal ao quadrado ou ao cubo.

A longo prazo, claro, o ideal é que o voto seja facultativo.  Vota quem quer, nas eleições que quiser.

 

Horário Político:

É a oportunidade que o eleitor tem de travar um primeiro contato com os políticos e começar a fazer sua seleção.  E ainda, muito certa a proibição de grandes efeitos especiais nas  Propagandas e no Horário Político.   Sem contar que os canais abertos são concessões do governo.  Assim, mais do que justo que eles prestem esse serviço de Utilidade Pública.  Concordando ou não com o teor das propaganda, efetivamente se trata de Serviço de Utilidade Pública.

Proibição de Showmícios:

Coincidentemente, participei, como jornalista,  da Campanha do Governador Montoro, quando começaram   comícios intercalados com show, na época coisa inocente.  Nunca menosprezando a capacidade de quem quer que seja, menos ainda do eleitor humilde, tenho a impressão de que o político que lhe oferecer show do/de artista(s) querido(s) contará com o voto dos mais ingênuos.  Isso não é certo.  Logo, é mais do que certa a proibição de Showmícios.

 

Cartazes em Cavaletes:

Toda propaganda que possa ser removida sem grandes custos deve ser permitida. Tentado sempre não ocupar  as calçadas inteiras.  Já colar cartazes, pichar muros estão  proibidos e ninguém desobedece.  Certamente a multa é muito salgada e tem mesmo que ser salgada.  Que continuem  Proibidas Pichações e colar cartazes até o final dos tempos.

É isso que penso sobre eleições.

Já sobre o Congresso… Mais pra frente posto aqui, pela décima vez,  meu texto Recreio Sem Fim –  sobre o “mau comportamento” de  Deputados e Senadores…  Reitero, falo  apenas sobre  mau comportamento, como se diz para crianças…

1 pensou em “Todo Mundo é Contra. Eu Sou a Favor

  1. Não vi nada de polêmico de sua parte, acho eu que você tem bom senso.
    +++++++++

    Caro Júnior:

    Obrigado pelo elogio. Mas elogio de amigo não vale.

    Abraços

    Paulo Mayr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *