Vê-se Cada Uma…

Há pouco mais de uma hora, na Alameda Barros, próximo à Gabriel dos Santos, Higienópolis:

Absurdo 1 – Sujeito com o antebraço todo tatuado protegia do sol  com a mão a  arte  que vai compulsoriamente  levar até o fim da vida; a tinta brilhava e  parecia estar fresca.

Absurdo 2 – Menos de três metros atrás e dois segundos após o “quadro  anterior”,  mulher carregava cachorro em um carrinho de bebê, adaptado para quadrúpedes.

Mas a mulher caminhava sobre duas pernas e acho que não tinha tatuagem.  Talvez tivesse e talvez o tatuado também leve cachorro para passear em carrinhos de bebê adaptados, já que a falta de bom senso não tem limite.

Andar muito a pé, como eu ando,  é ótimo para a saúde, mas vê-se cada uma…

2 pensou em “Vê-se Cada Uma…

  1. Donos de cachorros são dominados a cada dia, chega a ser bizarro ser dominado por um cão.
    Paulo, vamos morrer e não vamos ver tudo. Abraços e bom fim de semana.
    ++++++++

    Caro Júnior:

    É isso aí. Exatamente isso, eles são dominados por um cão.

    Ótimo fim de semana.

    Abraços

    Paulo Mayr

  2. Andar a pé acaba se tornando um fonte inesgotável de inspiração para quem sabe observar. Mas tudo anda tão
    estranho que, até o mais distraído dos mortais, consegue reparar em algumas dessas bizarrices.
    Um beijo
    +++++
    Maria Inês:

    Estranho pra quem??? Só pra nós.
    Os búfalos transformam campo, praia, montanha e cidade em paraíso deles.

    Beijos

    Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *