Terá Nascido Hoje um Novo Guimarães Rosa???

No Jornal da Band, TV Bandeirantes, também transmitido pela Band News, por volta das 19,30, talvez eu tenha assistido (embora só por áudio) ao  nascimento de   um novo Guimarães Rosa.  Em matéria sobre Aeroportos, o repórter para dizer que o avião ia estacionar, parar no Hangar, falou  simplesmente – HANGARAR!!! Falar fácil já é difícil e o sujeito fica inventando esse tipo  de “pseudoneologismo”!!!  Tenha a Paciência!!! Dá para se lembrar do Ari Barroso transmitindo futebol pela rádio.  O jogador perna de pau tentava inventar e o Ari  lascava: – Jogar pra frente já é difícil e esse  cara vai dar de trivela… Frase minha: – A burrice dos burros fica estatelada quando eles querem ser inteligentes!!! Não estou chamando o repórter de burro, entretanto, a vontade dele de ser original… A mesma explicação para a frase a seguir, essa de domínio público – A natureza limitou a inteligência, mas não limitou a burrice!!! Aliás, salvo engano, foi o próprio Guimarães Rosa quem disse:  para escrever bem, você tem que conhecer muita gramática, conhecer a fundo, de trás pra frente, de frente pra trás.  E quando for escrever, esquecer tudo o que você sabe sobre gramática. Bem no caso do Hangarar nem dá para saber se o repórter sabe muita gramática,  talvez tenha sido mesmo  só compulsão por ser original…

1 pensou em “Terá Nascido Hoje um Novo Guimarães Rosa???

  1. A lingua se inova e ficou facil entender que o avião ia hangarar, economizou palavras confiando no entendimento dos ouvintes e recriou a lingua falada na nossa mente imaginativa,
    ++++++

    Prezado Mário:

    Que a língua se inove, eu acho ótimo, verdadeiramente ótimo. Agora inventar verbinhos.. de maneira ” tão sem criatividade”…
    Já escrevi a esse respeito, como está indicado no post que vc leu. Clique
    Sobre o tema, fecho com o que Ari Barroso falava para os pernas de pau que pensavam ser Neymar, quando nem os pais do Neymar eram nascidos.
    De qualquer forma, respeito a maneira como vc pensa.

    Abraços
    Paulo Mayr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *