Frasista Faz Frase o Tempo Todo Sobre Tudo – E A Partir do Nada

Certamente nós, frasistas, estamos sempre   atentos  para fazer nova frase – sobre qualquer coisa, ou a partir de  coisa alguma – ou perceber algo interessante que foi dito,  dar redação adequada,  registrar e por o   crédito para quem falou; não para nós mesmos que   descobrimos  e colocamos  na forma/fôrma  perfeita(s).

Pois bem, há uma frase minha, a partir da idéia, “se a vida lhe deu um limão, faça uma limonada”. Não consigo encontar.  Mas a frase diz mais ou menos o seguinte (talvez até repetindo essa de domínio público):

“Se a vida me faz topar com um imbecil ou um filho da puta, faço uma frase.”

No meu arquivo está com redação  bem cuidada.  Aqui fica apenas a idéia.

Infelizmente, tenho tido muito contato com filho (a) da puta determinado (a).  Fiz nova frase, que , de certa forma,  é até baseada na física  -” dois corpos não podem ocupar o mesmo espaço ao mesmo tempo.”  Lá vai a frase, evocando a física, quiçá,   metafísica:

“Se morressem todos os filhos da puta, faltariam camas no Inferno.”

Talvez  alguém já tenha dito algo muito parecido.  Se disse, ótimo.  Se não disse, tá aí verdade irrefutável, que já deveria ter sido dita há muito.

Em tempo.   De maneira alguma  acho  a humanidade ruim, muito pelo contrário.  Encontram-se muiiiitas  pessoas maravilhosas ao longo da vida,  Infelizmente o malefício causado pelos poucos (as)  filhos (as) da puta é bravo mesmo!!!

Que logo  mais estejam, de preferência todos,  brigando por camas no inferno!!!

1 pensou em “Frasista Faz Frase o Tempo Todo Sobre Tudo – E A Partir do Nada

  1. Paulo quero morrer seu amigo.
    Posso aproveitar o assunto, frase, e contar uma que fiz esses dias.
    Estava eu no comércio de meu irmão, que foi assaltado uma três vezes, chegou uma cliente e perguntou ao meu irmão se ele foi visitado por mais algum assaltante, eu respondi a ela em tom de brincadeira – : “Sim, mas agora eles vem pedir votos”……….
    +++++++

    Caro Júnior:

    Engraçada sua frase e revela bem o conceito que nós, contribuintes, temos sobre nossos políticos.
    Abraços
    Paulo Mayr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *