Chico Anísio – Nunca fui Fã, Mas Reconheço suas Qualidades

Chico Anísio lutou, lutou; mas, infelizmente, foi vencido!!!

Quando ele  surgiu ou, pelo menos, desde que me lembro dele na década de 60,  achava engraçado.  Recordo-me do Coronel Limoeiro, que tinha uma mulher gostosona, Maria Tereza, e o bordão, salvo lapso parcial de memória,  era:

– Maria Teresa, isso me ama!!!

Depois,  passei a achar chato tudo o que ele fazia. Achava chato mesmo, mas talvez mais chato fossem os que gostavam dele.  A história do Pedro Bó, então, me irritava.

Você via uma pessoa tomando coca-cola, por exemplo, e exclamava (que é muito diferente de perguntar.  Exclamar é assim!!!; perguntar é assim???)

– Puxa, que legal  você também gosta de Coca-Cola!!!!!!!!!!!!!

O infeliz respondia:

– Não, Pedro Bó, eu DETESTO Coca-cola.

Entretanto, gosto de uma coisa que o Chico fez:  o filho.  Bruno Mazzeo, desde menino, quando o vi em algum programa,  achei ótimo.  Adulto  boa pinta,  continua ótimo.

Mesmo não gostando, de uns tempos para cá, passei a admirá-lo.  Até onde sei, Chico Anísio foi o único a olhar com generosidade para todo aquele mal-entendido (ou confusão, sei lá)  criado  em torno de Wilson Simonal e se empenhou para reaproximar o magnífico cantor/showman da classe artística.  Infelizmente Simonal morreu antes que Chico tivesse sucesso em sua empreitada.

Sua generosidade vai fazer falta nesse mundo tão egoísta!!!

5 pensou em “Chico Anísio – Nunca fui Fã, Mas Reconheço suas Qualidades

  1. Não morreu, sai de cena, foi embora. Grande Chico Anisio, grande comediante, pessoa e ser humano. Tive o grande prazer de conhece-lo, e tenho uma foto ao seu lado.
    +++++
    Caro Júnior:

    Sai de cena, bonita imagem!!! Talvez se possa dizer que mudou de palco.
    Abraços
    Paulo Mayr

  2. O mago do humor brasileiro,o grande Chico, vai deixar saudades.Se gostássemos ou não (como eu que também não era seu fã n º1),ele era um gênio na criação de personagens de humor para a televisão..Tivemos uma grande perda,mas a vida de artista continua….em outros palcos da vida.
    ++++++

    Caro Cícero:

    Todos, mesmo os que não éramos seus telespectodores, sentimos a perda.
    Abraços
    Paulo Mayr

  3. O excesso de exposição desgasta qualquer ideia, qualquer forma de expressão, por mais genial que seja. A tv faz moagem de criação e de talentos, quando não deforma a personalidade e o caráter do artista. Não tem quem aguente. Enfim, nada que a gente vê e goste uma vez é suportável na 800ª – nem uma sinfonia do Mahler. Tirando isso, o Chico foi um gênio. Uau!
    +++++++

    Caro Vasqs:

    O Chico teve sorte de ter tido admirador como vc e um crítico compreensivo como eu. Mas o que importa mesmo foram as mulheres interessantes que se casaram ou namoraram a Fera.

    Abraços

    Paulo Mayr

    1. Bingo, Paulinho, eu vinha pensando nisso também. Todo mundo falou dos mais de 200 personagens que ele comeu, mas ninguem falou das mais de 200 mulheres que ele interpretou! kkkkkk
      +++++++

      Caro Vasqs:

      Mas é isso mesmo!!!!

      Abraços

      Paulo Mayr

  4. Oi, Paulo, só nos resta ficar com o maravilhoso comentário do Júnior:” sai de cena”. Bem espirituoso. No mais a cada dia, sai de cena uma pessoa que gostamos outra que admiramos, outra que amamos. A vida é assim, como diria Guimarães Rosa: “O correr da vida embrulha tudo.
    A vida é assim: esquenta e esfria,
    aperta e daí afrouxa,
    sossega e depois desinquieta.
    O que ela quer da gente é coragem.” Muita coragem, diria eu. Bjs.
    +++++

    CAra Beth:

    Sem coragem, é impossível!!!
    Beijos

    Paulo Mayr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *