Lia Cordoni com Seu Samba Fusão, Sarau Sopa de Letrinhas e Hip-Hópera Brasileira – Alternativas de Lazer

Quem gosta de bons espetáculos, e não está em busca de lugares badalados para  ver e ser visto,  tem boas opções para os próximos dias.

Na sexta-feira, dia 28, a bela e talentosa cantora Lia Cordoni apresenta seu show Samba Fusão, com músicas do marido, Jairo Cechin, no Espaço Cultural Alberico Rodrigues, na Pça Benedito Calixto, 159, Pinheiros, São Paulo. Fone 3064-3920, a partir da 20 hs. Amostra Grátis do Show clique aqui. Mais informações no site da Lia. Clique aqui

Aviso importante: marmanjos, não se entusiasmem demais com a beleza da moça porque ela é casada com o Jairo que vai estar ali, bem pertinho:  no Palco.

Mais lazer fora do circuito da badalação:  Sopa de Letrinhas, tradicional Sarau do Clube Caiubi que está completando 10 anos.  O Sopa é uma festa/confraternização tropicalista onde vale tudo: poesia, mágica, música, absolutamente tudo.  Nesse mes de outubro, excepcionalmente, acontecerá sábado dia 29, a partir das 21 horas, no Bar Bagaça: Rua Clélia com Jeroaquara, na Lapa.

Normalmente, o Sopa é na última sexta-feira do mês.  Ficou ótimo assim: Lia sexta; sopa, Sábado.

Leia mais sobre o Sopa , (lembrando apenas que o endereço que vale é Rua Clélia com Jeroaquara, e que em outubro, excepcionalmente, será  sábado e não sexta-feira.  Sopa de Letrinhas, vou deixar link de um post antigo aqui do Boca. É bom esse post porque ele contem links para músicas do Vlado Lima e de um Grupo ultra-irreverente que se apresentou lá, chamado de Moral de Bons Costumes.  Clique aqui, ouça as músicas cujos links estão no post e ria muito

Finalmente, Orfeu, uma Hip-Hópera Brasileira,  do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos. Colo  abaixo  o Release.

“Entre 28/10/2011 e 04/12/2011

A montagem Orfeu Mestiço – Uma Hip-hópera Brasileira, com linguagem inovadora, traz para o palco o mito de Orfeu, relacionando-o ao período da ditadura militar. A peça une o virtuosismo da ópera aos elementos da cultura popular urbana.

A narrativa mostra o retorno de um político ao seu passado, atrelado à ditadura. Um telefonema sobre a exumação do corpo da esposa, desaparecida no período naquele período, coloca o homem em contato com um passado que, por anos, tentou esquecer”

ORFEU MESTIÇO – UMA HIP-HÓPERA BRASILEIRA

FICHA TÉCNICA

Texto e Direção: Claudia Schapira.

Direção Musical: Eugênio Lima e Roberta Estrela D’Alva.

Direção de Movimento e Coreografias: Luaa Gabanini.

Atores-MCs: Cristiano Meirelles, Daniele Evelise, Eugênio Lima, Luaa Gabanini, Ricardo Leite e Roberta Estrela D’Alva.

Músicos-Ogãs: Alan Gonçalves, Cassio Martins, Eugênio Lima e grupo Treme Terra: Bruna Braga, Bruna Maria, Daniel Laino, Giovane Di Ganzá, João Nascimento e Lígia Nicacio.

Cenografia: Daniela Thomas.

Vídeo: Tatiana Lohmann e ZoomB Laboratório Audiovisual

Desenho de Luz: Francisco Turbiani sob orientação de Cibele Forjaz.

SERVIÇO

Estreia: dia 28 de outubro

Temporada: até o dia 4 de dezembro.

Sextas, sábados e domingo às 20h

Capacidade: 50 lugares

Duração: 150 minutos

Ingresso: contribuição voluntária, pague quanto puder

Classificação: 14 anos

Núcleo Bartolomeu de Depoimentos

Rua Dr Augusto de Mirada 786, Pompeia

(11) 3803-9396  (11) 7737-9565

Não assisti aos ensaios, tampouco sei maiores detalhes, mas Roberta, Eugênio, Cláudia e Luaa Gabanini também produzem o Zap, sobre o qual já falei  algumas vezes. Se quserem ler sobre o Zap, cliquem aqui

++++++++++++++++

Como foi dito, diversão garantida e variada para os próximos dias. Aproveitemos, pois.  Pretendo ir a tudo!!!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *