Se sobrar bacalhau e Rabanadas do outro mundo

Tava correndo, queria ter colocado aqui algum cardápio legal para a ceia e almoço do dia 25, mas não deu.  Em todo caso, deixo receita simples e deliciosa do saudoso ministro, filólogo e Gourmet Antônio Houais para aproveitar eventuais e improváveis sobras de bacalhau e o link da receita de Rabanadas do outro mundo que saiu na Folha de S. Paulo, cerca de dois/três anos atrás e que também já publiquei aqui no Boca.  

Sobras de bacalhau rápida e magicamente transformam-se em formidável Risoto; o páo, em divino manjar. Queria ter colocado o texto da rabanada, mas não estou no meu computador e a coisa empacou, de qualquer forma, veja no link.  Vale a pena. De entrada, sirva melão com presunto cru.  Lá vão:

Risoto de bacalhau com brócoli

Ingredientes

Uma xícara de café de óleo ou azeite

1 xícara de chá  de lascas de bacalhau

1/2 celoba grande  bem picada

2 xícaras de arroz

1,5 xícaras de brócolis ninja em florzinhas

1,5 colher de tomate pelado preparado (Preparo do tomate pelado: despeje em uma panelinha uma lata de tomate pelado e ponha no fogo baixo.  Vá mexendo até secar. Desligue o fogo.  Pegue a quantidade indicada para o prato (1,5 colher de sopa) e guarde o que sobrar na geladeira com óleo em cima para durar mais tempo.)

Um limão cortado em quatro para deixar na mesa.

Modo de Preparar nas saborosíssimas linhas do Ministro.

“Numa panela generosa, frite no óleo vegetal ou no azeite as cebolas; quando alouradas, junte-se-lhes o bacachau, por 2 minutos mexidos; em seguida, tudo o mais, com água aquecida até cobrir o todo.  Dá-se-lhe uma mexida para distribuir mais ou menos  igualmente os ingredientes.  Espere a primeira fervura, diminua fortemente o fogo, tampe de banda (para deixar escapara o vapor) e sirva antes que fique seco, pois a umidade é ponto de honra nesse pratinho perfeito.  Há quem não dispense uma quarte de sumo de limão suculento.”

 

 

Sem pensar muito, suponho que um vinho tinto encorpado  ou mesmo um tinto verde  acompanhem bem esse prato.  Idem sem pensar muito, certamente o vinho do Porto acompanhará bem a rabanada.

 Link para as rabanadas. http://bocanotrombone.ig.com.br/?s=Rabanada

*****************

Certamente se na Ceia de Hoje no Céu for servida uma das infinitas receitas de bacalhau,  amanhã ou depois o Ministro vai sugerir que se faça ou ele mesmo irá preparar esse risotinho, aí então, celeste!!!

Feliz Natal para todos os leitores do Boca!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *