Arquivo da categoria: Futebol/Esportes

Neymar Recebe Mais de Três Megasenas Acumuladas Todos os Anos. E a Grana Dele Vai Multiplicar-se de Forma Inacreditável

Você acha que vai ficar muito rico se ganhar sozinho os 130 milhões de reais acumulados previstos  para o sorteio da Megasena de depois de amanhã???

Eu vou me considerar um super-híper milionário, caso um dos meus três joguinhos seja o único a acertar as seis dezenas.

Agora, saibamos todos nós que o Neymar ganha  3,4 vezes isso por ano, todos os anos.  Não, não quebre sua cabeça, tampouco pense na calculadora.  Já adianto quanto ele fatura anualmente:  R$ 445.000.000,00

O problema dele é exatamente o oposto do nosso.

A gente esquenta a cabeça para saber como vai pagar as contas.

Ele não pode, sequer, pensar em esquentar a cabeça para gastar a grana.  Se ele pensar, fica louco.

Veja só:  suponha que ele gaste R$ 1 milhão por mês (um absurdo de dinheiro).    Pois é,  todos os meses sobram R$ 36.000.000,00 para ele reinvestir.  Acontece esses R$ 36.000.000,00 que ele deixou de gastar no mês anterior vão render para ele R$ 360.000,00 que vão aumentar mais ainda esse bolo.  No mês seguinte,  ele vai ter os R$ 36.360.000,00 somados aos  R$ 36.0000.000,00 do mês em curso.  Isso já tirando o milhãozinho dele para os trinta dias que tem pela frente.

Assim vai acontecer todos os meses de muitos anos ainda para frente.

Como  não dá nem para sonhar com esses números,   baixo a bola, digo os cálculos (bola é pro Neymar).  Quem ganhar os R$ 130.000.000,00 da Megasena vai poder gastar a renda de R$ 1. 300.000,00 por mês.

Em tempo, minha calculadora nem tem dígitos suficientes para tais cifras. De qualquer forma, mesmo para o humilde Ganhador da Megasena, é muita grana.

Discorda???

Poxa,   imensa honra  para mim e para o meu blog termos um leitor milionário como você!!!

Cristiano Ronaldo – Pavão Generoso

O jogador de futebol português Cristiano Ronaldo parece um pavão, tal é sua vaidade; lembra até importante político brasileiro.

Enquanto o grande barato do discreto Leonel Messi era, ou ainda é, sair para jantar em restaurantes de Barcelona  com o pai e a noiva, Ronaldo vive cercado de  assessores.

Pois bem, ele é o Atleta que mais faz doações para entidades filantrópicas, de todo o Mundo.

Gol do Pavão Português!!!

Já no nosso Pavão Político…  É só pavonice mesmo!!!

Quiser ler mais, inclusive relações dos Atletas que mais doam em todo mundo, (vc terá agradável surpresa com o quinto colocado da lista), clique aqui

Volta do ZAP e Um Ano do Maior Vexame da Seleção

Um ano hoje do 7 a 1 para a Alemanha contra o Brasil  na Copa do Mundo aqui,  o maior vexame da Seleção Brasileira em todos os tempos.

Meus amigos/amigas de Faculdade, maridos/mulheres e filhos assistimos a todas as partidas do Brasil juntos e depois almoçávamos.

Após o fiasco, almoçamos normalmente.  Aliás, a comida tava uma delícia.

Agora,  coisa boa!!!

O ZAP, Zona Autônoma da Palavra,  primeiro Slam de Poesia do Brasil está de volta na nova Sede do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos, mas na tradicional data:  Sempre na Segunda Quinta- Feira do Mês, a partir das 20 horas.

O novo endereço: Teatro de Arena Eugênio Kusnet (rua Teodoro Baima 94- Centro de São Paulo).

É amanhã!!!  Não se esqueça e não perca.

Quiser ler mais sobre o Zap aqui no Trombone, clique

As Segundas Quintas-Feiras  do Mês voltam a ter graça!!! Estava com muitas saudades!!!

Torcer para Quem???

Logo mais, Chile e Argentina.

Diferentemente da maioria dos brasileiros, sobretudo aqueles que têm sogras e/ou cunhados argentinos, nada tenho contra o País vizinho.  Tampouco, contra os Chilenos.

Já estive nos dois países e fui muito bem tratado.

Vou torcer por um bom jogo; talvez um “pouquito” pelo pessoal do Messi e do Carlito Tevez!!!!

++++++++++++++++++++++

Havia escrito que queria distância do computador nesse fim de semana, para compensar sábado e domingo passados, mas…

Aliás, andando pelo bairro, pintaram dois temas…  Vou ver se deixo quieto até 2. feira, já que não são perecíveis…

Final de Roland Garros Sem Nadal – O Mundo Está Mesmo Esquisito

Escrevendo o óbvio1 :  esquisito Final de Roland Garros sem Rafael Nadal. Desde 2005, até 2014, excetuando-se 2009, ele foi campeão do Torneio.

Curioso é que  Nadal faz anos em 7 de junho e tem se dado de presente de aniversário o cobiçado troféu.

Escrevendo  óbvio2 – Muito legal ver novamente um brasileiro, Marcelo Melo,  na final de Duplas de Roland Garros.

Marcelo Melo, venha fazer companhia para minha conhecida Maria Esther Bueno e para o carismático Guga.

Boa Sorte!!

Rafael (os tenistas se tratam pelo primeiro nome, embora eu apenas saiba pegar em uma raquete), 2016 tá aí pra você voltar ao lugar que é seu todo mês de Junho no Centro de Paris!!!

Guerrero, Que Pena…

Triste, estou bem  triste com a saída do Guerrero do Corinthians.

Entretanto,  sempre lembro que o gol mais decisivo e, talvez o mais importante na História do Corinthians para ser BI Campeão de Futebol foi o  do Romarinho na Argentina, contra o Boca Juniors. O   impressionante é  ele entrou em Campo durante o jogo e o primeiro toque que ele deu, um chute seco, sem drible, sem nada, fez o gol.  Esse gol deixou o Corinthians em situação privilegiada para o jogo de volta  aqui no Brasil.

Guerrero marcou  o Gol do Bi na partida Final do Mundial de Clubes, entretanto continuo achando o do  Romarinho mais importante.

Guerreiro vai fazer muita falta, ah vai!!!

Sucesso para ele no Flamengo.

+++++++++++++++++++++++

Veja o Gol do Guerrero, na última partida do Campeonato Mundial de Clubes – clique aqui

Gol do Romarinho contra Boca Juniors – Clique aqui

Política no Futebol, Muito Semelhante à Política dos Políticos

Sete pessoas ligadas à Fifa foram presas na Suiça, entre elas José Maria Marin,   “no maior escândalo de corrupção do Futebol Mundial”.

Faz tempo que digo, certamente já escrevi aqui,  na Política envolvendo  Futebol há tanta corrupção quanto na política política.  Também já escrevi que não sou tão ingênuo e sei que no momento em que há três pessoas juntas,  passa haver  política.

Nada demais nas linhas acima, mas não podia deixar passar sem escrever algo.