Escrever Bem, Escrever Mal – Consequências

“Tem gente que escreve tão bem, mas tão bem, que tenho vontade de devolver minha pena ao ganso” (Fred Allen).  De vez em quando,  leio nego(a) que escreve tão mal, mas tão mal, que tenho medo  de ler e passar a redigir  gato com j e começar a separar, com vírgula, sujeito do verbo.

2 comentários sobre “Escrever Bem, Escrever Mal – Consequências

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *