Crônica Minha Foi Lida na CBN, Ontem, Aniversário da Cidade

Até já havia me esquecido que enviara  para a rádio CBN  Crônica que escrevi sobre a Padaria do meu bairro, onde todos os dias tomo café da manhã e bato papo.  O texto é legal, com a Interpretação do Milton Jung ficou MUITO MAIS LEGAL AINDA.

Ter o texto selecionado já me deu imensa alegria, ser lido no Aniversário da Cidade, não tem preço.

Quem quiser conferir, clique aqui

10 comentários sobre “Crônica Minha Foi Lida na CBN, Ontem, Aniversário da Cidade

    1. Caro Junior:

      Pois é, uma mulher, que não é citada, leu e gostou. Agora os outros, eu não sei não…
      Mas fico contente que vc tenha gostado.
      Abraços

      Paulo Mayr

  1. Caro Mayr, essa padaria é a que você me garantiu ser a melhor da cidade?

    Fosse um dia a S.Paulo e faria questão que você me levasse lá; decerto estaria o tal megaexecutivo dando plantão na calçada.

    Esperaria o fim de seu telefonema,e pediria, em tom de voz audível além das buzinas e roncos de motor, uma consultoria financeira ali, naquele momento.

    Já pensou em fazer o mesmo?

    Parabéns pelo sucesso do texto,

    abraço do amigo e leitor Pawwlow

    1. Caro Pawwlow:

      Não, essa não é a Padaria Melhor do Mundo. A Melhor padaria do Mundo é A Nova Charmosa da Ministro Godoy. Clique aqui para conhecer mais da Nova Charmosa
      Mas essa da “crônica” é muito boa também. E tem esse espetáculo todo sem cobrança de couvert Artístico.

      A ideia de fazer uma consultoria financeira é engraçada, mas não sei se o sujeito iria entender.

      Obrigado pela força de sempre.

      Abraços

      Paulo Mayr

      1. Caro Mayr meu cordial boa tarde

        Gostei muito da sua crônica e gostaria de complementá-la com outras figuras pitorescas de nossa padaria:
        1-lembro de um que tem verdadeira ojeriza a celulares, chegando a aventar a idéia que deveria existir uma lei que os pribissem de em ambientes publicos.
        2-Outro possue um celular fixo que só funciona conectado a rede eletrica.
        3- Mais um que frequenta a padaria diarimente, nunca senta de costas para a rua e tem aversão a ser contaminado pela comanda, só a manuseia com guardanapos descartaveis.
        4- E aquele que compara o preço do quilo do pão de queijo com o do jilet mignon, e não adianta explicar que quem manda é o mercado.
        5- outra lembrança, um tipo que critica os Chefs do Maasterchf por serem mal educados com os partticipantes, e não adianta argumentas que os Chefs são os protagonistas do programo

        Agora o melhor de tudo, os tipos descritos acima são na verdade um só!!!!!

        1. Caro Reinaldo:

          Já estava achando interessante todas essas figuras. Na hora em que vc diz que todos esses predicados são de uma única pessoa, por óbvio, como diz bom amigo, só posso achar esse cara o máximo.

          Abraços

          Paulo Mayr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *