Desordem Global. E Deve Piorar

Cartaz embaixo do Minhocão, centro de S. Paulo, Capital:

“Sem papéis, sem teto ou sem terra, todos somos migrantes na Desordem Global”

Essa migração mundo afora/ adentro  é  muito triste.

Vou falar/escrever o óbvio.

Todo mundo gostaria de poder permanecer no lugar onde nasceu, onde vive a família e amigos.  Suponho que a pessoa que migra  deixa parte de si para trás.    A luta pela sobrevivência, entretanto,  bota-os para andar, ainda que faltando um pedaço.

Tenho um conhecido, sujeito alto, forte, boa presença.  O cara é de Natal, Rio Grande do Norte.  Natal é o Paraíso na Terra.  Pois bem,  até pouco tempo atrás, ele  era zelador de um vestiário.  Ora, só um imbecil deixaria Natal para cuidar de um vestiário em S. Paulo.

Mas é a tal luta pela sobrevivência que torna considerável parcela  da população migrante.  Verdadeira e triste Desordem Global.

Ao que parece, Trump vai colocar mais caos ainda nessa já tão “desorganizada  Desordem” Global.

2 pensou em “Desordem Global. E Deve Piorar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *