Aldeia Universal

Às vezes posto aqui textos  com jeito de coisas de  Facebook, muito particulares.  Aí me lembro da Frase do escritor Russo  Leon Tolstoi, de meados do século 18:    Fale de sua aldeia e estará falando do mundo.

Continuando no particular, que Tolstoi elevou a mundial, frase minha ,  a partir de domínio público: “No Brasil, a falta de consciência profissional é tão grande que puta goza, traficante cheira” e eu vi um bilheteiro raspando uma raspadinha.

Começo do Inverno deixei uma malha e uma camisa de pijama de flanela na costureira para arrumar a manga.  Há mais de 20 dias, ela disse que me telefonaria para avisar quando  poderia retirar.  Passo lá hoje, ela não está.  Escrevo um recado – com o número do meu telefone – e peço para ela me ligar.

Chego em casa,  ela liga:

–  Suas roupas estão prontas faz um tempão.

–  Por que você não ligou avisando?

Ela, com a consciência/organização profissional de brasileiros:

– É que eu perdi seu telefone.

Acho que vou ter que refazer a frase:

“No Brasil, a falta de consciência profissional é tão grande que puta goza, traficante cheira”, eu vi um bilheteiro raspando uma raspadinha e costureira  não tem agenda de telefone dos fregueses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *