Cachorros…

Às quintas-feiras,  amigos da vizinhança reúnem-se em um bar para tomar cerveja e… conversar  (pensou que eu ia escrever jogar conversa fora???  Eu detesto chavão).  Hoje, só um foi, com ele, duas mulheres que eu não conhecia.  Assunto único: cachorro, inclusive com direito a “gracinhas de cachorro”.  Tomei minha cerveja, não falei coisa alguma,  dez minutos depois de ter chegado,   fui-me embora.

Talvez eu até devesse dar graças a Deus, porque estavam apenas falando de cachorro.  Nesse bar, com mesas na calçada, às vezes,  alguns desinfelizes levam os cachorros para lhes fazerem companhia e, inacreditável, botam os bichos para se sentarem nas cadeiras.

Como eu digo sempre, há limite para a Educação: você pode imaginar pessoas educadas  como a Família Real Inglesa (que não me atrai nem um pouco) ou a Caroline, Stephanie, de Mônaco  e o irmão; para cima disso, não existe nada.  Já para baixo,   barbárie e a falta de educação não têm limites.

4 pensou em “Cachorros…

    1. Caro Junior:

      Como já devo ter escrito, não tenho nada contra vira-latas. Eles não vêm cheirar a canela dos cidadãos na rua. Já esses cachorros mimados e seu donos imbecis….
      Abraços

      Paulo Mayr

    1. Você, meu sobrinho, obviamente é homem educado. Entretanto, o que mais existe por aí são búfalos!!!
      Abraços

      Paulo Mayr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *