“De Dia Falta Água; de Noite, Falta Luz”. Voltamos ao Milênio Passado.

Conforme já escrevi, há alguns meses, todas as semanas,  tem faltado energia elétrica na minha casa e vizinhança.

Hoje mesmo foi a manhã inteira e o começo da tarde.  Ou seja, sem pessoa alguma  poder fazer coisa alguma.

Antes, acabava a luz, o sujeito abria a cortina e tocava a vida.  Hoje, acabou a luz, acabou o dia!!!

Há cerca de meia hora, voltou a força.  Liguei para a Eletropaulo.  Fui muito bem atendido,  o funcionário ficou de mandar equipe para analisar o problema e resolver.  Ficaria satisfeito, se ele falasse que a partir da semana que vem essa equipe já estaria tentando achar a causa do transtorno.    Mas ele disse que o prazo é de um mês.  De um mês,  para começar a analisar o problema.

O rapaz, como disse, demonstrou imensa boa vontade.  Poupei-o do argumento que sempre uso nessas ocasiões:   o homem já chegou à Lua e a Eletropaulo não consegue garantir fornecimento ininterrupto de energia.

O rapaz não merecia ouvir meu argumento.  A Eletropaulo, sim.  Espero que a empresa faça algo para restaurar a Credibilidade!!!

Formidável  marchinha carnavalesca de meados do Século passado  dizia: Rio de Janeiro, cidade que nos seduz/ De dia falta água, de noite falta luz de dia falta água, de noite, falta luz???  Pois é, em pleno século 21,  volta a ser muito oportuna.

Ouça a música e discorde se for capaz, clique aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *