Detalhes, Porém…

A volta das salas de cinema do Belas Artes certamente foi aprovada por todo mundo.  Os esforços devem ter sido muito grandes mesmo.

Mas, como eu digo, “é nos detalhes que reside todo o charme”.

Infelizmente,  detalhes também  podem pôr muita coisa a perder.  No caso dos detalhes do Belas Artes quem perdeu foi  o idioma português.  E  agressão ao idioma é coisa dolorida para quem se importa com ele.

Veja abaixo o aviso que está em uma das paredes:

Inacreditável

 

VALEU A PENA TODA A ENERGIA E O ENTUSIASMO???   Que Língua é Essa???

Que tal  –  VALERAM A PENA TODA A ENERGIA E O ENTUSIASMO???

Se alguém disser que se trata de uma exceção, que no passado grande escritor escreveu dessa forma, a “Nossa Língua Portuguesa”  vira caos e   tudo passa a poder.

Agradecer ao apoio também está incorreto.  O certo é agradecer o apoio.

De qualquer forma,  reitero:  a volta do Belas Artes foi aprovada por todo mundo, inclusive por mim;  que gosto de cinema, mas também me importo muito com nosso idioma.

 

4 pensou em “Detalhes, Porém…

    1. Atilio/Alessandro:

      Sabe que cheguei a retirar o post por conta do seu comentário. Aí troquei mensagens com meu sobrinho, formado em Letras na USP e Arquiteto formado pela Fau, e ele também concordou comigo. Aliás, foi ele quem falou que se algum escritor famoso usar algo indevido não quer dizer que por conta de o escritor ter escrito, aquilo passa a ser correto.

      De qualquer forma, obrigado pelo comentário.

      Abraços

      Paulo Mayr

  1. Preciso estudar mais… E eu que pensei que o erro estivesse em “… agradece AO apoio”… Mas lerei mais o blog, assim me manterei mais informada! Obrigada pelo apoio à língua portuguesa. Ah, vou usar como citação: Segundo Siqueira (2015, p. 1) ” agressão ao idioma é coisa dolorida para quem se importa com ele”. Eu me importo! Abraços

    1. Cris,

      Você tem razão agradece ao apoio também não está correto. Antes de ler seu comentário, já acrescentei ao texto mais esse “erro/tropeço” no Cartaz. Legal vc ter gostado do “agressão ao idioma é coisa dolorida para quem se importa com ele”. Agora sei que dois se importam. Estou bem acompanhado.

      Abraços

      Paulo Mayr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *