Documentário e Comédia Imperdível – Os Dois Por um Único Ingresso

Trailer de filmes costumam ser chatos e, muitas vezes, passam ideia errada.  Se o filme é de ação, por exemplo, tucham (enfiam)  um monte de cenas com muito movimento, cortes rápidos, aumentam uma barbaridade o som e pronto: têm-se o rascunho do inferno.

O filme Que Mal Fiz a Deus? me agradou desde o trailer .  Talvez por o trailer ter sido bem editado, mesmo porque não há cenas chatas.

De lambuja, abrindo a programação, fabuloso Documentário PAI , a propósito do Dia dos Pais, sobre a história do nosso ídolo, o tenista  Gustavo Kuerten, cujo pai morreu em uma quadra de tênis muito jovem.  O carismático Guga, praticamente,  encontrou   no técnico Larri Passos um novo pai.  Sem contar o apoio que sempre recebeu da mãe, da avó e do irmão Rafael.  Tudo isso, muito bem dosado, o levou ao Tri-Campeonato de  Roland Garros, ao topo do Ranking da ATP, Associação dos Tenistas Profissionais e a se tornar, não o maior ídolo do Brasil,  certamente o mais simpático.  Tanto é que já parou de jogar há alguns anos e continua requisitado para publicidades em geral.  Em uma crítica que li, além de  dizer que talvez seja considerado o vídeo do ano,  a qualidade do filme fica sintetizada em uma única  linha:

“Fantástico, tocante e emocionante. A história por trás de um ídolo!”

Já a produção francesa do ano Passado  Que Mal Fiz a Deus?   é sobre uma preconceituosa  família francesa, com pais católicos fervorosos, cujas filhas se casam com um árabe, um judeu, um chinês e um negro africano.  O desespero dos pais vai se transformando e, lógico, tudo acaba bem com muito humor e confraternizações.

Se quiser assistir ao documentário sobre Guga, clique aqui

Trailer  do Que Mal Fiz a Deus, clique aqui

Só faltou a Pizza para ser um fim de domingo perfeito!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *