Metrô Precisa Apurar Caso de Assédio Moral à Jovem Funcionária

Sindicato do Metrô protesta contra Assédio Moral à Funcionária Adolescente.

Quiserem ler comunicado do Sindicato, a seguir.

************************************************
Os casos de assédio no metrô de São Paulo preocupam cada dia mais a população. Só no ano de 2014, a Polícia prendeu até hoje 16 pessoas por abuso sexual nas estações e dependências do metrô. Infelizmente, um caso de assédio moral contra uma funcionária adolescente do próprio Metrô, ocorrido há quase dois meses, não foi até agora apurado e solucionado pela empresa.

No dia 10 de outubro, a funcionária Jovem Cidadã Bruna Cananeia, menor de idade, foi vítima de assédio moral. Durante seu horário de trabalho, Bruna foi obrigada pelos seus supervisores Rogério Ribas e Vasques, na estação República, a acompanhar um deficiente visual conhecido por assediar sexualmente as funcionárias do Metrô. Eles falaram à menor que se ela não acompanhasse o deficiente “poderia bater o cartão e ir para casa”. Acuada, a Jovem Cidadã acompanhou o deficiente, sendo ofendida várias vezes por ele.

Após o ocorrido, Bruna foi levada pela sua mãe a uma delegacia para registrar a ocorrência. O Metrô não tomou qualquer tipo de providência com relação ao assédio moral praticado e transferiu a adolescente para outra estação.
O Sindicato dos Metroviários repudia veementemente os casos de assédio nas dependências do metrô e luta por melhores condições nos transportes. Exigimos a atuação firme para o fim desses casos, assim como responsabilização do Metrô por ter praticado assédio moral contra a funcionária.

Mais informações:

2095-3619 e 97469-3302 (Departamento de Comunicação do Sindicato)

98902-7987 (Júlia Paz, diretora do Sindicato)

98928-8644 (Ricardo Lourenço, diretor do Sindicato)
++++++++++++++++++++++++++++

Mais do que justo o pleito e mais do que óbvio que providências  precisam ser tomadas.

Há alguns anos postei aqui nota do mesmo Sindicato Protestando contra quadro no Programa Zorra Total em que a questão do Assédio era tratado com total falta de bom gosto e bom senso.  Até a Presidente Dilma apoiou o protesto dos Metroviários.  Se quiser ler alguns posts sobre o assunto aqui no Boca, clique

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *