Muito Fácil Votar Sem Título, Coisa Feia e A Importância Vital do Mesários

Eleitor de São Paulo que tiver perdido o título e tampouco se lembre sessão eleitoral e qualquer outro detalhe, basta ligar para Tribunal Superior do Estado de S. Paulo 0xx11 3130-2100 e fornecer seus dados.

Em menos de um Minuto, prestativo atendente, de carne e osso, informa seu colégio eleitoral, sua seção e até o número do título.  Levando documento original, você pode votar normalmente.

No site do TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL, em cima lado esquerdo, clicar Certidões.  Caso a situação do eleitor esteja regular, em menos de dois minutos ele obtém documento impresso de que está tudo em ordem, que o eleitor votou em todas as eleições e que nada deve à Justiça Eleitoral.

Parabéns ao Tribunal Regional Eleitoral  pela eficiência em facilitar a vida do cidadão/eleitor.

+++++++++++++++++++++++++++++

Foto principal da Primeira Página da Folha de Hoje  Mostra o candidato Aécio estendendo a mão para um músico  que se nega a retribuir o gesto.  O músico disse “tenho todo o direito de não pegar na mão dele”.  Lógico que tem esse direito, mas um mínimo de cavalheirismo, para não dizer educação, não faz mal a ninguém.

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Minha homenagem e reconhecimento ao trabalho dos mesários, já postada aqui em eleições anteriores.

Título: 

Mesário, orgulhe-se você é a grande estrela desse único dia verdadeiramente democrático!!!

Li em algum lugar que a eleição é o único dia a cada dois anos em que, de fato, todos os brasileiros são absolutamente iguais na sua principal atividade. O voto de um milionário, de um cara com pós doutorado têm exatamente o mesmo valor que o de um miserável, um semi-alfabetizado. Não é o máximo isso??? Por incrível que pareça, há gente que seja contra essa paridade.

E você, jovem escalado para mesário, tem um papel fundamental nessas datas históricas.

Esqueça um pouco o domingo que será gasto atrás de uma mesa e pense se haveria outras alternativas. Que outras alternativas  teriam os Tribunais Eleitorais para escolher os mesários??? Contratar centenas de milhares de funcionários apenas para o dia da eleição seria impossível e fatalmente suscitaria infinitas dúvidas a respeito da conduta, da imparcialidade deles.

Portanto, caro jovem, não fique se lembrando do que poderia estar fazendo no domingo e exerça com orgulho o papel que lhe cabe. Além disso, o empregador tem a obrigação de dar um ou até dois (não me lembro ao certo) dias de folga para todos os que foram convocados nas eleições. A esse respeito, um mês e meio atrás, ouvi na CBN*, no fabuloso programa FIM DE EXPEDIENTE, um perspicaz e gozador comentarista afirmando que o jovem que cogitasse de usufruir desse dia de folga por conta do serviço prestado nas eleições seria imediatamente demitido. Aí é aquela velha história, velha teoria do saudoso Severo Gomes, já citada aqui no Boca do Trombone mais de uma vez – dizia ele: “não é o povo brasileiro que não presta. O povo brasileiro é bom. Quem não presta é a elite. Nós é que não prestamos!!!”

Mesário, orgulhe-se de contribuir para a cidadania no domingo e usufrua com tudo o feriado a que terá direito
++++++++++++++++++++++++++++

* Ouvi esse comentário na rádio CBN  às vésperas de eleição anterior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *