E o Respeito pelo Cidadão/Pedestre Onde é que Fica???

Amiga postou ilustração acima no Facebook. Como é domingo, dia de passear, apenas colo o comentário que fiz, sem editar muito.

Concordo.

Talvez eu seja antipático, mas lá vai.

Acontece que animais e seus donos precisam respeitar o cidadão. Ao lado da minha casa, em  Pet Shop, cachorros ficam latindo e ganindo o dia inteiro. É de enlouquecer.

Cachorros não podem vir cheirar as canelas dos pedestres na calçada.

Quer passear com cachorro??? Tudo bem, mas não permita que ele perturbe, sequer se aproxime, de quem quer que seja. Ele tem que andar absolutamente junto a você.  Nem cogite de entrar  em comércio, padarias, bares e etc com ele.

Na verdade, o problema é dos donos dos cachorros.

Outra coisa, não adianta recolher a merda do cachorro com luvinha de sacola de supermercado.  Parece que nos Estados Unidos,  o sujeito, além de recolher,  tem que jogar um spray com desinfetante  em cima dos resquícios de merda. Cachorro tem que cagar e mijar em casa.

Detesto falar/escrever cagar, mijar, e outras coisas excretivas. Mas a situação é essa.  Não dá para falar sobre absurdos desses, sem extrapolar. 

Na verdade, a culpa é dos donos de cachorros e, caso da Pet Shop, do comerciante. Repito, não me taxem de antipático.

Em tempo, nada tenho contra vira-latas: eles ficam pela rua na deles e eu fico na minha. Jamais um vira-lata veio meter o focinho nas minhas canelas.  Da mesma forma, não me incomodam onças, jacarés, Avestruzes…

Para terminar, frase minha:

Dize-me* que levas teu cachorro para cagar na rua e te direis quem és.

* É esse mesmo o imperativo do verbo dizer (nessa pessoa/pronome: tu.  Quem fala – diga com quem andas…   tá falando errado)

1 pensou em “E o Respeito pelo Cidadão/Pedestre Onde é que Fica???

  1. Amor e respeito por todos os animais, inclusive aos seres humanos. Então, os donos de cães que respeitem nossas calçadas , gramas e nossas canelas.

    +++++++++++++
    Caro Júnior:

    Mas eles não respeitam, em hipótese alguma!!!

    Abraços

    Paulo Mayr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *