Afrontoso e Absurdo Show de Abertura da Copa.

Ainda sobre o Afrontoso e Absurdo Show de Abertura da Copa.  Meu esclarecido amigo Fernando Vasqs tem explicação plausível.  Vale a pena ler:

“O que se tem que entender é que a Copa pertence à FIFA e que tudo é decidido por ela conforme seus interesses comerciais. É, tem sido, assim em todas as Copas: Shakira, na África; Bjork, no Japão (?), etc. A abertura, idem, chinfrim, rápida e pasteurizada. Tudo como em qualquer evento business internacional: Rock in Rio, Fórmula 1, etc; milionário para quem pode. A intenção era que o Brasil tivesse destaque no mundo a partir dele e que tivesse retorno financeiro – vai ter, está tendo, muito, inclusive no desenvolvimento dos locais onde os jogos acontecem, aceitem ou não as vozes discordantes. O resto é idealismo nosso, bobagem, um misto de má fé da imprensa, disputa ideológica eleitoreira e ingenuidade das pessoas.”

A explicação tem toda a lógica, mas julgo absurdamente criminoso  o que aconteceu aqui, em outras ocasiões e ainda vai se repetir.

Talvez seja essa mesma a intenção de Fifa/classes dominantes: tornar o mundo uma coisa só, uniforme, chapada.  Assim, ao invés de cada país sede de Copa do Mundo/Olimpíada  mostrar aspectos interessantes de suas culturas, exibe-se um Pastiche para o Mundo inteiro, como se aquilo representasse o País em questão.

Para mim, se trata de atitude  criminosa.

Tribunal Internacional deveria cuidar disso e coibir tentativas de pastiches semelhantes daqui para toda a eternidade!!!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *