Não Tem Limite

Em uma única semana, no ano passado, pelas ruas das Perdizes, vi três ou quatro cachorros sendo conduzidos em carrinhos de bebê.

Depois disso, vi mais alguns outros, não com tanta intensidade, mas ao longo dos meses seguintes.

Dois dias atrás, entrando no Shopping Bourbon, o sujeito trazia o cachorro  fixado junto ao Peito, como mães carregam bebês.  Entretanto, mães colocam os filhos virados para si;  o cachorro do infeliz estava com o focinho pra fora.  Certamente o dono não queria levar lambidas na boca.  Quanto à possibilidade de isso acontecer a outras pessoas, certamente o elemento estava pouco se lixando.

Repetindo um dos bordões do Trombone, aliás, de domínio público: “a natureza limitou a inteligência, mas não  a burrice”; tampouco limitou a imbecilidade.  O que está sem aspas foi acrescentado por mim à teoria de domínio público.  Infelizmente, a cada dia que passa constato que mais gente prova que estou absolutamente certo!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *