Bellini Inventou o Gesto; Cafu deu Significado Político à Coisa

Bellini foi o primeiro Capitão da Seleção Brasileira a conquistar uma copa do Mundo, em 1958 na Suécia,  e quem inventou  o gesto de erguer o troféu com as duas mãos acima da cabeça, como toda a imprensa repetiu nesta semana de sua morte.

Pouca gente se lembra, mas em 2002, quando o Brasil conquistou o Pentacampeonato Mundial no Japão, não havia um pódium no Gramado para as equipes campeã e vice-campeã.  O Capitão Cafu, único jogador de futebol do Mundo a ter participado de três finais consecutivas  de Copa do Mondo,  não teve dúvidas:

Examinou  se o frágil pedestal onde estava o troféu era suficientemente sólido para aguentar seu peso, subiu nele e aí então ergueu a taça.

Correu  imenso risco, pois a frágil estrutura de madeira  poderia   abrir-se ao meio e atingir sua virilha e por um ponto final à sua carreira naquele momento.

Algum  intelectual comentou que ele fez aquilo para mostrar ao mundo que no futebol o jogador é o mais importante, é quem merece estar acima daquele mar de cabeças de cartolas.

Também penso assim.  Ainda que, muiiito eventualmente,  de forma  pouco consciente,  o nosso Capitão Cafu quis mostrar exatamente isso.   E, sem dúvida,  mostrou mesmo essa verdade que, naquele  momento super importante,  estava mesmo bem  nebulosa.

Parabéns Bellini!!!  Parabéns Cafu!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *