Renata Vasconcellos para Amenizar Angústia Inerente aos Fins de Domingos

Leio  na Internet que a bela Renata Vasconcellos assume o Fantástico.   Há alguns anos, quando ela passou a ser apresentadora regular do Jornal Nacional,  escrevi sobre Renata e conjunções adversativa.  Lá vai o que escrevi:

Título: As notícias Péssimas, Como Sempre; A Apresentadora, Cada vez mais bela.

Renata Vasconcellos e sua doce beleza com mais assiduidade  na  bancada do Jornal Nacional me obrigam a publicar novamente texto para o qual dei o título: Conjunção Adversativa e a Beleza da Apresentadora

 Lá vai:

“Viajou sem Passaporte”, exemplo de sujeito oculto usado pelo  gramático Domingos Paschoal Cegalla,  deu nome a um grupo de estudantes da ECA-USP que fazia intervenções artísticas  no centro de S. Paulo, no final da década de 70.

“Os urubus são as aves mais feias do céu mas têm um belo vôo alçado e tranqüilo” era o trecho de uma crônica de Paulo Mendes Campos que o mesmo autor usava para explicar  conjunção adversativa.

“As notícias do Mundo no Jornal Nacional são quase sempre de matar, mas a beleza serena   da apresentadora Renata Vasconcellos  ameniza  muito todos os infortúnios.” É o exemplo atual que me ocorre para a mesma conjunção adversativa.

++++++++

Pesquisa mostra que a musiquinha do Fantástico foi indicada por grande parcela dos brasileiros como o símbolo do fim de domingo e que dispara  todas as sensações inerentes.  Não preciso explicar, porque todo mundo sabe e sente o que é a coisa.

Pois bem, talvez agora, com a delicadíssima beleza da apresentadora, essa sensação, de fim de domingo, não será muito atenuada, principalmente para os telespectadores do sexo masculino???
Jamais “ojerizei” (tive ojeriza por)  Fantástico.  Agora, com a douçura da Renata, passa a ser uma opção
Fica aqui a minha torcida!!!

1 pensou em “Renata Vasconcellos para Amenizar Angústia Inerente aos Fins de Domingos

  1. Paulo, conheço também esses sintomas de domingo à noite. Tomara mesmo que, essa moça tornar-se um amenizador dos sintomas,ao menos para os meninos. Creio que conseguirá. E usando a adversativa: Há bonitas embalagens mas sem conteúdo. Não é o caso da Renata Vasconcellos.
    Beijos
    M.Inês
    +++++++++

    Maria Inês:

    Pelo jeito, eu você e o Paulo Mendes Campos já podemos fazer um tratado sobre adversativas.

    Um beijo

    Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *