Pro Corrupto, “Bom dia Doutor”; Pro Trabalhador, Tapa na Cara

Poema do companheiro de Zap Thiago Peixoto, a propósito dos acontecimentos atuais.

‘Tirou a farda e não viu
que era um homem do povo
Não consegue perceber
é complicado pra sua cabeça
E tome chute na moleira do maluco
Tapa na cara do trabalhador
E pro velho corrupto: bom dia doutor”

Infelizmente, o mundo está cada vez mais isso.

Trinta anos atrás, na Ópera do Malandro,  Chico Buarque já falava dos Malandros com Gravata e Capital.  Ouça o Música.  Como foi dito linha acima, o tempo passa e a coisa só aumenta.

Ouça Chico descrevendo os Malandros Regulares Profissionais, Clique

Versos de ambos, Chico e Thiago, se complementam.

1 pensou em “Pro Corrupto, “Bom dia Doutor”; Pro Trabalhador, Tapa na Cara

  1. Chega a ser irônico, trabalhador batendo em trabalhador. Gostaria de ver corrupto doutor matando corrupto doutor.
    +++++++

    Caro Júnior:

    É isso aí. Os doutores têm consciência de classe; trabalhador, não.

    Abraços

    Paulo Mayr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *