O Inferno de Esperar não Basta… Chega a Ser Sadismo.

Não fosse suficiente o  inferno de esperar na linha para falar com alguém,  você ainda é metralhado por musiquinha e propaganda da empresa que o  está martirizando e tomando o seu tempo. É o que se pode chamar de “meta-inferno” (já estar em um inferno  – da espera –  e ser submetido a inferno adicional – do barulho -)

Se o mundo não tivesse virado essa obsessão por música e som, a linha deveria ficar muda e,  de vez em quando, a cada meia hora (risos), um aviso de que sua ligação não caiu.

Aí você teria paz para ler e até  digitar ao computador.  Digitar meio tortinho, é verdade,  já que o telefone seria mantido em um dos ouvidos  graças a um dos dois ombros levantados e uma das duas orelhas pressionando o aparelho.

Já escrevi algo praticamente idêntico, mas é a tal história:   a coisa não muda, eu não posso mudar; sendo  relativamente otimista,  tenho que insistir até que a coisa mude.  Cá entre nós, se mudar, é provável que seja   para outro  inferno mais eficiente na arte de meta-torturar.  Do jeito que está já é sadismo bravo, mas, tenho certeza, que esses infelizes, obcecados por barulho,  sempre  conseguem se superar!!!

Em tempo, exceto o  parágrafo acima, escrevi todo o resto deste texto  tortinho digitando, enquanto aguardava falar com uma mulher, com quem não consegui falar.  E o pior de tudo, sendo metralhado por musiquinha e propaganda.  Observo  que se trata de excelente empresa, com ótimo atendimento.  Para não ficar por fora da onda do barulho a todo custo e a todo momento,  essa bela empresa impinge  tal  afronta.

1 pensou em “O Inferno de Esperar não Basta… Chega a Ser Sadismo.

  1. Todos nós já passamos por algum constrangimento ao telefone.O que essas operadoras fazem com os clientes,é um verdadeiro inferno.Até onde vai essa músiquinhas,não sabermos,mas acabaremos ficando loucos de tanto esperar!!!
    ++++++
    Caro Cícero

    É mesmo inacreditável.

    Abraços

    Paulo Mayr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *