Post Número 1.000 Perdeu-se no Éter da Internet – Frase Para Substituir

Este é o POST PUBLICADO  NÚMERO 1.000 do Boca do Trombone.  Tá certo que há os de praxe, que todos os anos repito: historinha da Parada Gay,  Dia da Consciência Negra, e talvez mais alguns outros.  De qualquer forma, é coisa muita (como se diz na Gabriela) que já escrevi aqui.

E então, tava no maior capricho escrevendo  casos de eleições, ligeira sonolência me fez fechar a tela/arquivo  em que estava escrevendo e… e… não salvar.  Evaporou-se no “éter da internet”, como gosto de dizer.

Histórias  de política/políticos/eleições rendem muito mais pano para manga e combustível para risadaria, mas tô com sono e   publico  frase que fiz ontem,  suave no que tem que ser suave e cruel no que tem que ser cruel, esse equilíbrio é ótimo e até saudável. Lá vai:

Ninguém quer o Mal de uma pessoa do/de Bem, quanto às do Mal…

Dá para discordar???

2 pensou em “Post Número 1.000 Perdeu-se no Éter da Internet – Frase Para Substituir

  1. Parabéns Paulo, hoje é o dia do Massagista, meu dia
    +++++

    Caro Júnior:

    Então, Parabéns para nós.

    Grande abraço

    Paulo Mayr

  2. Parabéns pelo post mil…
    Espero parabenizá-lo logo pelo dois mil!!!

    Com um abraço
    Armando
    ++++++

    Caro Armando:

    Obrigado pela força de sempre.
    Abraço

    Paulo Mayr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *