Celular Abre Janelas, Mas Fecha a Mais Preciosa De Todas, diz Denise Fraga

Caderno Equilíbrio de Hoje da Folha de S. Paulo traz reflexões de Denise Fraga sobre celular, inclusive malefícios.  A crônica tem até  chamada na primeira página do jornal.

Ela conta com saudades dos tempos em que seu tio Fausto, motorista de taxi, a levava para algumas corridas.  Ela escutava as conversas, ouvia as notícias no rádio, dormia, acordava e até ganhava balas dos passageiros.  Talvez para matar essas saudades, diz que até hoje gosta de pegar taxi, abrir o vidro, vento no rosto e ver o mundo passando.  Mas aí, ela conta que comprou um Iphone e passou a usar o tempo livre  no taxi para telefonar, checar emails e etc.

Diz ela: ‘meu celular me abriu infinitas janelas, mas me roubou a mais preciosa de tadas.  Nossos eletrônicos vão sorrateiramente nos roubando a plenitude.  O simpes estar num lugar, sem achar que poderia estar em outro.”

Talvez estar em um lugar e em um determinado momento, vivendo apenas  aquilo,  seja um dos segredos da felicidade e, segundo psicólogos, é tambem  a maneira eficaz de não ser vítma  da ansiedade e da depressão.

Que cada dono de celular perca essa plenitude de estar de corpo e alma em um lugar, estou pouco me lixando. A opção é/foi deles.  O problema é que eles agridem e carregam  todos à sua volta para seus assuntos, com seus gritos, seus estresses e seus temas  que interesam única e exclusivamente a eles e, talvez , quem está do outro lado, aliás, se estiver com celular,  incomodando outro tanto de gente.

Uma coisa é um grupo de pessoas conversando próximo a você. É até uma coisa agradável, outra, completamente diferente,  é um sem educação aos gritos e em ritmo acelerado discutindo com um fantasma ou com o diabo.  Inferno!!!!

Repito, o que já escrevi.  Nos mesmos locais  onde o fumo é vetado também deveria ser proibido  o uso dessa praga.  Como diz a garotada de hoje, simples assim!!!  Se quiser ler esse meu outro texto, clique aqui

Frase excelente, não conheço o autor, que sintetiza bem o que escreveu Denise Fraga:  Smart plhone, você não é tão esperto assim.  Aproxima quem  está longe, mas afasta quem está perto de mim!!!   E eu completo, repetindo, inferniza os que não tem nada a ver com a conversa.

+++++++++

Se quiser ler o texto de Denise Fraga, no Caderno Equilíbrio de Hoje clique aqui

++++++++

Graças a Deus, eu não tenho celular.  E que ELE continue me mantendo longe dessa praga!!!  Por longe, infelizmente, quero dizer não ser um usuários, porque  ter  ao lado  um búfalo estressado  gritando  é tão certo quanto a morte.

Se ainda tiver fôlego  para mais um episódio envolvendo celular, além dos que o próprio blog lista ao final do texto, clique aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *