Motoboys – Na Rotina Urbana e Na Visão Poética do Músico

Cada  motoboy se atribui o direito de andar ao mesmo tempo  em todas as faixas de ruas e  avenidas.

O motorista, por sua vez, para os  motoboys, na cabeça dos Motoboys, se entrou em uma determinada faixa da avenida,  ele tem que ficar ali, até o fim da avenida ou até chegar em casa.

Para os motoboys, o espaço entre filas de carros em ruas e avenidas é única e exclusivamente deles.  Ai de um motorista que tenha o atrevimento de cogitar mudar de pista.

O que eu escrevi, todo mundo já percebeu. Inclusive Max Gonzaga, formidável compositor do Clube Caiubi.  A diferença é que o Max fez  música perfeita sobre o tema.

Nesse vídeo ele está acompanhado de Roney Giah, Brau Mendonças e Sonekka, também do Caiubi.  Clique aqui e ouça a música.  Talvez assim você possa ser mais compreensivo com eles que voam a pouquíssimos centímetros dos seu ombro esquerdo  congelado no trânsito.  Voam a centímetros do ombro esquerdo, da porta direita;  por  todos os lados enfim, exceto o de  baixo e de cima, ainda; daqui a pouco…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *