Modernistas e Suas Frases

13 de fevereiro a 18 de fevereiro de 1922,  Semana de Arte Moderna, no nosso Belo Teatro Municipal de S. Paulo. Portanto, a comemoração dos 90 anos ainda está em curso.

Nessa fascinante semana, com proposta de ruptura com exterior, houve manifestações em diversos setores da  arte brasileira:  literatura, música, teatro, artes plásticas.

Destaque para Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Victor Brecheret, Menotti Del Pichia Plínio Salgado, Anita Malfatti, Guilherme de Almeida, Sérgio Milliet, Heitor Villa-Lobos, Tarsila do Amaral, Tácito de
Almeida, Di Cavalcanti.

Que tal olhar Frases de alguns  Modernistas???

Guilherme de Almeida

  • Todo amor não é mais do que um “eu” que transborda.

Sérgio Milliet

  • O que o artista tem por meta é a expressão de sua humanidade, para a qual o assunto não importa.

Heitor Villa-Lobos

  • Prefiro trabalhar com inimigos, desde que sejam artistas, a ter de fazê-lo com amigos medíocres.

Mário de Andrade

  • A arte, mesmo a mais pessimista, é uma proposição de Felicidade.
  • Para mim, viver é gastar a vida

Oswald de Andrade

  • Um dia a massa irá comer do biscoito fino que fabrico.
  • Quando o Português chegou/Debaixo duma baita chuva/Vestiu o indío/ Que pena! Fosse uma manhã de Sol/ O índio tinha despido/o português.
  • … sempre enfezei em ser eu mesmo. Mau mas eu.
  • A vida é uma calamidade a prestações
  • A alegria é a verdadeira prova do nove.

Como tinha mesmo que ser, também nessas frases, o espírito transgressor fica patente.

++++++

Fonte de pesquisa,  coletânea definitiva de Frases – Duailibi das Citações. Autor Roberto Duailibi-  Editora Arx, 2003.

Brasa para minha sardinha:  Oswald de Andrade  tem cinco frases relacionadas nesse Livro, considerado a bíblia das Frases.  Eu tenho 16.  Não quis dizer nada  além disso!!! Mas se você quiser ler minhas frases que estão nessa coletânea, lá vai o link.  Clique aqui

5 pensou em “Modernistas e Suas Frases

  1. A minha frase preferida foi: “Ai ! Que preguiça !…”
    +++++

    Caro Sidney:

    Tão curta e diz tanto do povo brasileiro, eu no meio.
    Abraços
    Paulo Mayr

  2. “Ai ! Que preguiça!” – Macunaima – Mario de Andrade
    +++++++
    Caro Sidney:

    Faltou essa, sem dúvida alguma.
    Mto bem lembrada.
    Abraços
    Paulo Mayr

    1. Tayná, fico satisfeito que vc tenha gostado e que lhe vai ser útil.
      Talvez vc goste do meu blog. Ele foi eleito duas vezes o melhor blog de variedades do Brasil – trombonedomayr.com.br

      Abraços

      Paulo Mayr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *