Entradas Criativas e Saborosas no Lugar do Empapuçante Couvert

Couverts em restaurantes deverão ser servidos em porções individuais se o Governador Alckmin sancionar projeto aprovado pela Assembléia Legislativa de S. Paulo nessa semana.  Lógico que os donos de restaurantes já estão protestando.

Sem entrar muito no mérito da coisa, uma medida bem salutar já  seria determinar que os restaurantes trouxessem courverts apenas quando eles fossem pedidos explicitamente pelo consumidor.  Isso para fazer a coisa certa.  Ponto.

Aliás, o consumo de couvert não é obrigatório.  Mas um ajudante de garçon já vai logo colocando na mesa e dando o fato consumdado para o cliente.

O courvert tradicional, pão, azeitona, manteiga um patezinho de qualquer coisa, só serve para aplacar a fome.  Alguém  já observou,  não sob o ponto de vista técnico,  que o consumo de pão, manteiga, pate vai, de certa forma, “impermeabilizando” o estômago e, obviamente, tirando o apetite, aplacando a fome, como foi dito.

Concordo. Quando a comida chega, a fome já se foi quase toda embora.  Comer sem fome não tem graça.  Comer sem fome, pagar caro,  chega a ser revoltante.

Sem querer entrar na discussão econômica da coisa, restaurantes poderiam oferecer entradas simples, compostas basicamente de folhas, principalmente de alface,  e legumes.  É difícil errar servindo algumas entradas abaixo.  Experimente fazer em sua casa.

Primeiro, prepare um bom molho para a alface (medidas, seu bom senso vai determinar).  Em um potinho, coloque  bem pouca mostarda, vinagre de boa qualidade, misture bem e ponha sal, azeite extra-virgem e mel.  Misture bem e na hora de servir regue a alface.  Coloque pimenta do reino moída na hora sobre a alface.

Acompanhando essa saladinha, podem vir:

Jiló frito

Berinjeta a milaneza

Berinjela frita no azeite

Berinjela recheada

Palmito

Abobrinha cozida, também temperada com azeite.

Fundo de alcachofra

Caso o prato principal não seja carne, presunto cru sempre fica legal.

Mussarela de búfala também fica perfeito

Aspargos verdes, fabuloso.

Cogumelos à Provençal.

Carpacio (quando o prato principal não for carne) com belo molho de azeite, alcaparra, limão, com lascas de queijo parmesão e torradinhas.

Tudo isso sem contar com o ultra-clássico e coringa (que – também –  só não vale para anteceder carnes) melão com presunto cru.  Hoje há algumas variedades  de melão deliciosas. E o nosso presunto cru também está muito bom e com preços camaradas. (Lembrar sempre de servir o melão fora da casca – como manda o bom senso na higiene)

++++++++++++++

É só por  cabeça e  criatividade para funcionar, tanto em um jantarzinho caprichado para amigos  em casa, quanto em um restaurante comercial honesto.  Garanto que ninguém vai ficar com saudades de pão com manteiga, pão de queijos etc, etc de coisas empapuçantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *