Contar Piada

Todo mundo gosta de contar piada.  Pouca gente sabe contar piada.

Adoro criança; bebês com pouquíssimos meses nos carrinhos me seguem com os olhos o quanto podem, quase torcem o pescoço;  aliás,   adoro gente. Não gosto de bicho, bicho doméstico, principalmente cachorro.   Elefante, leão, girafa, avestruz, absolutamente me incomodam.  Já o cachorro e dono com aquelas coleiras elásticas que ocupam a calçada inteira… Sem comentários.

Voltando, adoro crianças, mas criança contando piada…   Elas esquecem,  recomeçam e quando terminam não mencionam o principal.

Muitos adultos também transformam piada em sofrimento;  quando terminam,  o outro  ri. Ri de alívio!!!  Os caras botam  a piada na forma indireta e  é um tal de :

– Aí ele disse; então o outro falou;  daí, ele disse de novo.

Não há quem aguente.

Conheço mais de mil piadas.  E sei contar.  Mas conto uma; no máximo duas por período e, sempre, com relação aos assuntos que estão em baila.

A piada tem que ser objetiva, direta e, principalment, curta.

Comece treinando com essa aqui.

O assunto é política ou corrupção.  Pergunte:

– Sabe qual é o prato predileto  do …..???  (aí você preenche com o político que você considera o mais corrupto;   eu escutei  e conto com o nome do maior corrupto que já houve na nossa política, quiçá no mundo, mas não vou dizer aqui).

O seu amigo vai falar que não.  Responda seco:

– Ro(u)bá-lo com furtos do mar.

É isso!!!  Sem o menor floreio.

E sem esquecer detalhes. Uma vez contei piada para um parente e ele morreu de rir.   A mulher dele ficou enlouquecida:

– Eu contei essa piada para você ontem e você não achou a mínima graça.

Lá vai a piada que eu contei.

Sujeito diz ao médico:

-Doutor, eu acho que estou com amnésia.

O médico não escuta e pergunta:

– O que?

O sujeito:

– O que o que???

Segundo meu parente, a mulher contou para ele.

O sujeito foi ao médico e disse que estava com amnésia e o médico perguntou:

– O que???

Meu parente jura que a mulher parou aí.

Por essas e  outras, uma frase minha e um verso do Grande Sambista do Caiubi,  Nando Távora.  Primeiro a minha frase e o verso do Nando para fechar com chave de ouro e de forma definitiva o assunto.

“Fazer samba não é contar piada” e contar piada não é fazer romance!!!

Verso do Nando:

“Piaba na ponta da linha é uma alegria só.  Piada mal contada é coisa de dar dó”.

Nando mata a pau o assunto.

++++++++++

Essa música do Nando, especificamente, não encontrei no Youtube, mas veja/ouça outras músicas de Nando .  Ele presta algumas homenagens ao Grande Adoniran, como Barraco Apertadinho.  O cara é ótimo. É uma música melhor do que a outra.  Aliás, mais uma piadinha, para ser contada assim, rápido.

– Qual é o número que representa os Gays???

O cara vai dizer: 24.

Você responde:

– Não.  É o onze: um atrás do outro.

1 thought on “Contar Piada

  1. Paulinho,

    esse final de semana estava em Holambra e li essa frase:

    “Em terra de saci, uma calça veste dois”

    (ria, se puder)… rsrsr

    bjsss
    ++++
    Caro Nilton:

    Vou arquivar agora nas minhas frases de domínio público.
    Valeu.
    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *