Andar de Bicicleta em S. Paulo – Puro Estresse!!!

Antônio Bertolucci, empresário de 68 anos, morreu ontem na Av. Paulo VI, aqui em S. Paulo, ao ser atropelado por um ônibus quando ia para o trabalho de bicicleta. Era apaixonado por bicicletas e essa era a quarta vez em que foi atropelado enquanto pedalava.

Bicicleta como meio de transporte em S. Paulo, e até como lazer, infelizmente, é inviável: quer pelas ladeiras; quer pelo trânsito denso e caótico.

• Janeiro em S. Paulo é uma delícia, exatamente porque o trânsito dá uma imensa aliviada.

• O Jardim Paulistano, na zona Oeste, é dos bairros mais sossegados que há.

Pois bem, dois ou três anos atrás, me aventurei a andar de bicicleta pelo Jardim Paulistano com minha namorada, no meio da tarde de um dia de semana. Imagino que se estivéssemos os dois em uma jamanta seria menos estressante. Em primeiro lugar, não dá para pedalar um ao lado do outro conversando. Assim, a todo instante, quem está na frente precisa ver se o que vem atrás, de fato, vem.

E às vezes, aliás muitas vezes, infelizmente, pode não vir…

2 pensou em “Andar de Bicicleta em S. Paulo – Puro Estresse!!!

  1. Andar de bicicleta em São Paulo,ainda é um sonho!!!!
    Muito perigo de todos os lados em todos os sentidos!!!
    Fato curioso aconteceu com um associado do clube onde trabalho no Jardim Europa:Ele transitava calmamente pelas ruas tranquilas dos Jardins, com sua bicicleta e infelismente sem a proteção do capacete.Ao fazer uma simples curva na via pública,caiu da bicicleta e bateu com a cabeça na guia da calçada e ao ir para o hospital,faleceu de traumatismo crâneano.
    Isso prova que mesmo que não demos irportância para o simples andar de bicicleta,os acidentes não inevitáveis e é preciso muito cuidado e a devida proteção,pois todo cuidado é pouco.

  2. Andar de bicicleta em São Paulo é uma aventura pra quem gosta de esporte radical. Um casal amigo resolveu me visitar num sábado e foram até minha casa de bicicleta _ na época morava em Alto de Pinhreiros_ acharam que as ruas e a arborizacão eram bem legais para pedalar por alí. Eles alugaram as bicicletas no metrô. Tem esse esquema. Bom, chegaram esbaforidos, totalmente estressados com os riscos que passaram pelo caminho. Ficaram cinco minutos em casa e voltaram com suas bicicletas num mau humor do cão!
    +++++++++++
    Cláudia:
    É impressionante o que estressa andar de bicicleta no semi-caos do trânsito nas férias ou num sabadão. Dia de semana, no 100% caos, como vc bem disse, é esporte radical.
    Valeu, seu comentário.
    Abraços
    Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *