Paradoxo e Afronta que Bancos/Banqueiros Impingem à População

É crônico. É paradoxal; aliás, duplamente paradoxal. E irrita/revolta.

Indústria e comércio, na medida em que vão aumentando venda/faturamento, aumentam também suas instalações. É óbvio.

Qual o setor que mais tem visto crescer seu faturamento/lucro nos últimos anos???

Bancos/banqueiros!!!

E ao que se assiste nos Bancos???? Agências em funcionamento há mais de uma década, quando população e demanda eram infinitamente menores, foram construídas com número determinado de caixas. Ao iinvés de se multiplicarem esses caixas, acontece justamente o contrário. Banqueiros e seus gerentes mantêm permanentemente guichês sem funcionários. Hoje, na hora do almoço, quando mortais engolem sanduíches afim de ganhar tempo para pagar contas, dos cinco caixas de Banco Oficial Federal em Pinheiros, apenas 2 estavam atendenddo. E todo mundo sabe que isso acontece em todo banco, oficial ou privado.

Alguém discorda de que seja MUIIIIITO PARADOXAL E REVOLTANTE????

Trata-se de afronta que precisa acabar agora. Afinal, isso não é nem um pouco compatível com o Slogan do Governo Passado: Brasil, um País de Todos. Só se for todos em filas inerminááááveissss!!!!

E a lei que limitava o tempo de espera nas filas de bancos??? Não pegou (como dizia minha professora de francês) ??? Ou foi revogada??? (que é a mesma coisa que não pegar, porém oficial e legalmente – com o perdão pelo “lei pegar legalmente”). Só rindo, embora seja caso pra chorar mesmo!!!

1 pensou em “Paradoxo e Afronta que Bancos/Banqueiros Impingem à População

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *