Fórmula Indy na Marginal??? Será que…???

Carros de Fórmula Indy correndo a 300 km/h na Marginal, como vai acontecer nesta semana,  me lembram história instrutiva e comentário jocoso meu.

Publicitário Marqueteiro contou  em palestra  que prestigiada empresa metalúrgica teve a idéia de promover  fim de semana em um sítio com  chefes, subordinados de todos os níveis e as respectivas  famílias  para grande e democrática confraternização.  O comparecimento de subordinados foi baixíssimo, praticamente zero.

Aí, então, explicou o palestrante,  a Empresa foi fazer a primeira coisa que deveria ter sido feita, antes de aplicar um único centavo no aluguel do tal sítio:  tentar descobrir  o que é que os funcionários queriam que a empresa fizesse para eles e suas famílias.

– Vocês sabem o que  queriam praticamente todos os funcionários???, perguntou o Palestrante. 

Ele mesmo respondeu:

– Todos os funcionários  queriam a coisa mais simples do mundo: levar as famílias para conhecer o local onde eles trabalhavam.

Meu comentário jocoso:

– Simples, muito simples.  O saldo de tal visita seria: umas dez crianças com mãos amputadas, mais umas cinco derretidas nos fornos …

Carros a 300 kms em ruas de S. Paulo??? 

Será que a interdição da marginal vai ser feita de forma correta, ou teremos uns cinco carros de corrida embaixo de caminhões, outros três atropelando carrocinhas puxadas por cavalos,  mais uns três carros de corrida dentro do Tietê, porque esqueceram de trocar a grade que separa a pista do rio???

2 pensou em “Fórmula Indy na Marginal??? Será que…???

  1. Caro Paulo Mayr!!!!

    Eu já trabalhei no Autódromo de interlagos e lá pude ser testemunha e vários acidentes automobilisticos.O perigo da velocidade anda a mais de 300 p/hora e por mais que os comissários de segurança tenham a devida precaução tudo é um perigo nos autódromosw;principalmente nos circuitos de rua,como vai ser a corrida de Fórmula Indy,na grande Marginal do rio Tiête.Eu acredito que este grandioso evento na perigosa marginal, no final vai dar tudo certo e tenho certeza, que se fosse perguntado aos engenheiros de segurança responsável pelo evento:se o circuito esta seguro e aprovado para a corrida e para o público,ele responderia coim aquele friozinho na barriga:que tudo esta seguramente bem conforme as normas de segurança.No final, como você citou as coisas não estão tão seguras assim e são empurradas pela barriga,torcendo pela sorte para que tudo no final se saia bem,mesmo que tudo esteja sem a devida segurança.Vou torcer para que a corrida de Formula Indy, seja um evento muito feliz e que não ocorra acidentes…
    *********
    Cícero:

    Por onde vc andou???? Estava preocupado cê sumiu. Pelo jeito, já tá legal.
    Apareça
    ABraços

    Paulo

  2. O paulistano sofre com a marginal alagada. O paulistano sofre com a marginal interditada para a corrida de Indy.
    No sambódromo o piso de concreto era por demais liso que tiveram de escarifica-lo às pressas. De qualquer maneira como esses grandes eventos trazem muita gente e dinheiro para a cidade, talvez valha a pena o sacrifício da população.
    Com ceteza nos próximos anos o circuito pode ser melhor estudado e preparado e ser um evento ainda melhor.
    Como esse evento foi trazido pela BAND, só esse fato já é positivo no sentido de promover e melhorar a concorrência com a GLOBO qual monopoliza a Fórmula 1.
    +++++++++

    Caro Giordano:

    Parece até que eu botei olho Gordo. Veja título e “olho” de matéria da Folha de ontem:
    Indy repete drama paulistano
    Prova no Anhembi segue roteiro de SP em dias de chuva, com alagamento, queda de energia e acidente

    Abraços

    Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *