Zona Azul “Reaproveitável” – Bolso e Meio Ambiente Agradecem

A partir dessa quarta-feira, o talão de Zona Azul sobe nos Revendedores Oficiais  de R$ 18,00 para R$ 28,00 e as folhas avulsas serão vendidas a R$ 3,00.  

É um ótimo momento para a Prefeitura tomar medida  simpática para todos aqueles que usam a Zona azul.
Aliás, trata-se de providência extremamente  justa que irá, inclusive, propiciar um clima de cordialidade entre os paulistanos.  Basta  a Prefeitura determinar  que não será necessário se colocar a placa do veículo no Cartão da Zona azul. Assim sendo, se eu estacionei por quinze minutos na Zona Azul e não vou mais estacionar o carro na próxima hora, ao deixar a vaga que  ocupava, eu posso ser cordial e oferecer o meu cartão para o proprietário do carro que está estacionando e que, muito provavelmente, também não usará mais do que quinze ou vinte minutos do tempo a que o mesmo cartão ainda dá direito.

Uma mesma folha pode servir para três – até quatro – motoristas.  Como diz Danuza Leão, com todo o charme que lhe é próprio,  tem melhor do que isso???

Quando o dinheiro é curto ( e isso é crônico no Brasil), simples medidas administrativas – de custos baixíssimos – podem se constituir em algo fundamental  e  fazer grande sucesso.  O prefeito Mário Covas isentou velhinhos (idosos – termo mais politicamente correto) de pagar condução.  O custo para a cidade foi ínfimo;  a providência , justíssima e, principalmente, simpática!!!

Idéia tão simpática quanto a medida do prefeito Mário Covas não sou capaz de ter,  Entretanto, essa do cartão de zona Azul “reaproveitável” não é de se jogar fora, hein!!!  Por falar em jogar fora, ainda há o aspecto ecológico da coisa:  economia de papel, celulose, produtos químicos de impressão, diminuição de lixo.

Vou fazer uma confissão.  Essa idéia não é minha. Logo que surgiu a Zona Azul, o usuário não precisava colocar a placa do carro e os cartões eram reaproveitados. Nessa época, era comum se presenciar cenas de camaradagem entre os motoristas que estavam saindo e os que estavam chegando nas área de Zona Azul.

Minha ou não,  duvido que qualquer paulistano seja contra!!!

Mãos à obra;  ou melhor, bem mais rápido e simples, mãos à caneta, Prefeito e Vereadores!!!! 

Talvez – prefeito e vereadores –  políticos estejam precisando melhorar a imagem que a população tem de vocês. Talvez!!!

1 pensou em “Zona Azul “Reaproveitável” – Bolso e Meio Ambiente Agradecem

  1. Basta que a prefeitura implante na zona azul um sistema justo, civilizado, como já esta implantado em muitos municipios brasileiros.
    Sistema dotado de chip, recarregavel, intalado em um chaveiro em que voce ao estacionar o veiculo, voce carrega o sistema com um certo tempo, (horas minutos) e ao sair, voce recupera o tempo não utilizado. O sistema é simples e funciona bem. Campo Grande – MS adota esse sistema, é funcional, justo, civilizado e ecologicamente correto não gasta papel.
    +++++++++++

    Antônio Carlos:

    Muito legal sua informação. Conhecia outras formas de estacionamento pago em ruas, entretanto, essa que vc aponta me parece ser a mais interessante.

    Um abraço

    Paulo Mayr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *